Jesualdo surpreendido por não ver Eduardo na seleção

O treinador do Sporting de Braga mostrou-se esta sexta-feira "bastante surpreendido" pela ausência de Eduardo da convocatória do selecionador português, Paulo Bento, para os dois jogos que vão fechar o apuramento para o Campeonato do Mundo de futebol.

"Estou bastante surpreendido porque o Eduardo, ao longo dos últimos quatro anos, tem sido uma presença assídua na seleção nacional. Estamos a dois jogos do fim de um ciclo [qualificação para o campeonato do mundo] e surpreende que ele fique de fora", analisou Jesualdo Ferreira.

O técnico, que falava na antevisão da sétima jornada da I Liga, que vai levar os minhotos à Madeira para defrontar o Nacional, disse esperar que a ausência de Eduardo "seja apenas uma situação pontual", porque, na sua opinião, o guardião "merece estar na grande festa do futebol mundial".

"No que diz respeito ao Braga, temos a máxima confiança em alguém que tem um percurso muito bom e que foi eleito o terceiro melhor guarda-redes do último Campeonato do Mundo há apenas três anos", notou.

Ao contrário de Eduardo, Éder foi chamado por Paulo Bento, mas o avançado está lesionado e Jesualdo Ferreira considera que não estará em condições para o duplo embate com Israel e Luxemburgo (11 e 15 de outubro), que encerra a fase de qualificação para o Mundial2014 no Brasil.

O treinador, ainda assim, mostrou "satisfação" pela convocatória do avançado, que "ultrapassou um momento grave", e considera-a natural. "O selecionador quer observar 'in loco', não há nenhuma estranheza por isso", acrescentou.

O técnico explicou que Éder, que esteve parado durante seis meses devido a uma lesão no joelho direito, "paga agora alguma fatura pela forma como o processo tem sido gerido".

"Não só pela exigência que nós temos e pela exigência que ele põe em jogo, mas acima de tudo pela forma como temos tentado encontrar um equilíbrio para que ele possa resistir. Mas em alguns momentos as coisas têm de se pagar e ele pagou agora. Esta lesão, que penso que vai ser uma coisa passageira, teve a ver com a fadiga acumulada do Éder que, em pouco tempo, teve que fazer um esforço grande para o acumular de carga que teve. Até esperava que pudesse acontecer mais cedo", disse.

Jesualdo Ferreira adiantou que será Edinho a jogar na visita ao terreno do Nacional, uma equipa "também em construção".

"Em casa não tem estado tão forte como fora, mas espero um jogo muito difícil. O Nacional tem jogadores rápidos na frente e com boa qualidade e vai tentar manter esse ritmo, mas o jogo é importante e queremos ganhar", disse.

O Braga vem de uma derrota caseira com o Sporting (2-1), mas "o estado de espírito é bom", garantiu.

"Treinámos bem para tornar a equipa mais sólida e equilibrada e estamos desejosos de jogar e de ganhar os três pontos. Seria muito importante trabalhar as próximas duas semanas em que não há liga sobre essa vitória", disse.

Sporting de Braga, terceiro classificado, com 12 pontos, e Nacional, sexto, com 10, defrontam-se no domingo, às 16:15, no Estádio da Madeira, no Funchal.

Exclusivos