Árbitros mantêm boicote ao Sporting

Os árbitros da I categoria estiveram reunidos esta noite, em Leiria, e decidiram não comparecer no próximo jogo do Sporting, em Alvalade, frente ao Marítimo.

A reunião juntou todos os árbitros da I categoria e os presidentes da Comissão Disciplinar da Liga de clubes e da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), respectivamente, Vítor Pereira e Luís Guilherme.

O DN sabe que a grande maioria dos juízes defende a continuação da renúncia aos jogos do Sporting até que o clube de Alvalade peça desculpas publicamente. Os árbitros não estão dispostos a perdoar as palavras críticas de Godinho Lopes, presidente do Sporting, quando lhes chamou incompetentes.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

"Corta!", dizem os Diáconos Remédios da vida

É muito irónico Plácido Domingo já não cantar a 6 de setembro na Ópera de São Francisco. Nove mulheres, todas adultas, todas livres, acusaram-no agora de assédios antigos, quando já elas eram todas maiores e livres. Não houve nenhuma acusação, nem judicial nem policial, só uma afirmação em tom de denúncia. O tenor lançou-lhes o seu maior charme, a voz, acrescida de ter acontecido quando ele era mais magro e ter menos cãs na barba - só isso, e que já é muito (e digo de longe, ouvido e visto da plateia) -, lançou, foi aceite por umas senhoras, recusado por outras, mas agora com todas a revelar ter havido em cada caso uma pressão por parte dele. O âmago do assunto é no fundo uma das constantes, a maior delas, daquilo que as óperas falam: o amor (em todas as suas vertentes).