FPF tem um mês para evitar sanções da FIFA

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) tem um mês para adequar os novos estatutos e evitar sanções da FIFA, que podem passar pela interdição dos clubes e da selecção nas competições internacionais. A proposta de revisão dos estatutos da FPF foi chumbada na generalidade por "insuficiência de maioria qualificada" pelos sócios ordinários do organismo, em assembleia geral extraordinária, realizada no sábado, em Lisboa. O "caso" está agora a ser analisado pela FIFA e será enviado à próxima reunião do Comité de Associações, agendada para 1 de Março. Fonte da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto disse ao DN que Laurentino Dias não irá tomar nenhuma posição na próxima semana, levando a concluir que o processo vai mesmo ser resolvido nas intâncias do futebol internacional.

Todavia, o presidente da Associação de Futebol de Lisboa, Carlos Ribeiro, considera que " há ainda tempo" para se chegar a um entendimento entre as associações e aprovar os novos estatutos. "Desde que haja vontade, pode-se convocar uma assembleia geral em 15 dias, onde a FPF pode voltar a insistir num compromisso que viabilize os estatutos", acredita o dirigente. Caso o comité da FIFA entenda que a medida se justifica, o processo poderá ser avaliado pelo Comité Executivo, que pode avançar com sanções à FPF, filiada que continua sem adequar os estatutos ao novo regime jurídico. "Se a FIFA tomar uma decisão penalizadora, que actue como o Governo e não sancione todos mas apenas quem está a bloquear o processo, que, neste caso, são os clubes da associação do Porto e de Braga", que estão envolvidos nas competições europeias, defende Carlos Ribeiro. "Todos dizemos que o regime jurídico é mau, impondo algumas regras incorrectas e que devem ser transformadas. Agora temos de ter consciência de outros perigos a que pode conduzir esta obstinação e qual o caminho que devemos seguir", conclui o dirigente, acreditando ser possível as partes sentarem-se à mesa, com a presença da FIFA, e chegarem um acordo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG