Federação rejeita alargamento da 1.ª liga a 18 clubes

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, anunciou, esta tarde, que, tal como esperado, o organismo chumbou o alargamento da primeira liga a 18 clubes, proposto esta semana pela Liga Portuguesa de Futebol.

A direção da FPF resolveu dizer "não de forma responsável, ponderada e convicta" à recente proposta votada pela Liga em Assembleia-Geral daquele organismo, a qual "pretendia, na prática, que nenhum clube das competições profissionais descesse de divisão na presente época desportiva", considerando que essa proposta "viola de forma evidente a integridade das competições, a verdade desportiva e a credibilidade do futebol".

Na reunião desta tarde, a FPF decidiu ainda assumir parte das dívidas dos clubes ao Estado relativas ao chamado Totonegócio. Assim, a direção federativa vai pagar a dívida dos clubes ao Estado correspondente ao segundo período de avaliação, que se iniciou no mês de abril de 2004 e terminou no mês de dezembro de 2010, cujo montante ascende a 13 milhões de euros.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG