Dragões voltam a ficar a zero em Alvalade

Benfica poderá 'descolar' do FC Porto cinco meses depois, caso vença em Aveiro. Dragões tiveram mais ataques, remates e posse de bola, mas os leões resistiram mesmo reduzidos a dez unidades.

Repetiu-se o filme da época passada: Sporting e FC Porto empataram a zero em Alvalade, resultado que dá ao Benfica a oportunidade de se isolar na liderança da Liga, à 21.ª jornada, e de se "separar" dos dragões pela primeira vez desde a quinta ronda. Helton e Rui Patrício, à imagem da temporada transata, defenderam o pouco que houve para defender, numa partida em que a experiência dos dragões não se sobrepôs à juventude leonina, que mesmo reduzida a dez unidades nos últimos 15 minutos poderia ter ganho o jogo.

Com Eric Dier em boa forma no meio-campo, o Sporting apostou na consistência do miolo para travar aquele que é, precisamente, o ponto forte do futebol portista: o jogo interior, mas que nos últimos jogos na Liga não tem mais que revelado as dificuldades e dependência dos dragões neste modelo - mas desta vez não houve Moutinho, o "motor" que faz este sistema funcionar. Com Defour no lugar de Moutinho, o FC Porto teve sempre mais bola (64%), mas fruto de transições lentas e pouca velocidade no ataque, enquanto o Sporting apostou no futebol direto, à procura de alguma "invenção" do trio ofensivo.

Oportunidades flagrantes de golo foram poucas. Jackson Martínez (2'), Defour (21') e Fernando (30') tiveram boas ocasiões, mas dos 19 remates dos dragões apenas cinco foram à baliza. O Sporting, por sua vez, fez um único remate em todo o jogo enquadrado com a baliza de Helton: Van Wolfswinkel fez tudo bem, mas na hora de rematar, já isolado, atirou para uma grande defesa do guarda-redes (43'). Jackson, o jogador mais rematador, com cinco tentativas (seguido por Danilo, com três, e Dier, com duas), teve boas oportunidades para faturar, mas desta vez ficou em branco, ele que foi exemplarmente "travado" por Tiago Ilori, o melhor do lado do Sporting a par de Rinaudo - Van Wolfswinkel não marcou, mas merece destaque pelo esforço e trabalho no meio de Otamendi e Maicon.

Os regressos de Izmailov e Liedson são tema incontornável, eles que foram efusivamente assobiados e insultados em Alvalade. O russo foi titular, mas saiu aos 55 minutos, para dar lugar ao pior James Rodríguez a que os portistas assistiram nas últimas semanas, dando razão a Vítor Pereira por não o ter lançado no "onze", apesar de Varela também ter sido uma "unidade a menos". Liedson entrou a dez minutos do final, mas voltou a não acrescentar nada ao ataque (ou a não ter tempo/condições para tal). Fernando esteve em bom plano no meio-campo, mas faltou "ligação" nos setores da equipa portista na segunda parte, com Steven Defour sempre muito recuado no terreno e Lucho González (mais perto de Jackson, mas sem ter sido capaz ora de assistir o colombiano, ora de ele próprio ter tentado finalizar) incapaz de oferecer a dinâmica imprimida habitualmente por João Moutinho.

Quando Liedson entrou em cena, já o Sporting estava reduzido a dez unidades: Marcos Rojo viu o segundo amarelo e consequente vermelho, por causa de uma falta "dividida" com Rinaudo sobre Jackson, que poderia ter valido o cartão ao médio argentino e não ao defesa. O ritmo de jogo foi frenético nos últimos minutos, com o jogo "partido" e as oportunidades de golo a surgirem junto às balizas, mas ninguém conseguiu encontrar o caminho para o golo. Alvalade confirma-se como o palco mais difícil que o FC Porto visitou neste século, tendo vencido - à tangente - apenas dois jogos nos últimos 15. Resta saber se o Benfica conseguirá, em Aveiro, aproveitar a "oferta" que o FC Porto já desperdiçou quatro vezes nesta época: isolar-se no topo após o rival ter tropeçado.

Filme do jogo:

90+4' Final do jogo! Sporting e FC Porto repetem o resultado da última época e empatam a zero. O Benfica pode vir a ser o grande "vencedor" deste clássico, caso derrote o Beira-Mar, domingo, na 21.ª jornada da Liga.

90+3' Jesualdo Ferreira é expulso, por protestos.

90+1' Cartão amarelo para Bruma, por falta sobre Danilo.

90' Quatro minutos de compensação. Novo nulo à vista em Alvalade...

90' Cartão amarelo para Miguel Lopes, por derrubar Jackson. Na sequência do livre, a bola não passou da defensiva leonina.

89' Helton evita o golo! Van Wolfswinkel ficou isolado, mas quando tentou fintar o brasileiro acabou por perder o lance, que nasce de uma entre as muitas perdas de bola de James Rodríguez.

87' Pontapé livre de Eric Dier, sem perigo.

86' Cartão amarelo para Fernando, por protestos.

84' Os adeptos do Sporting tentam "empurrar" a equipa para a frente.

82' Substituição no FC Porto. Saiu Defour e entrou Liedson, muito assobiado em Alvalade.

81' Que perdida de Atsu! Poderia ter assistido James, mas Atsu tentou o remate e atirou para defesa de Rui Patrício.

81' Cartão amarelo para Carrillo e Maicon, por protestos.

80' Substituição no Sporting. Saiu Diego Capel e entrou Fokobo, em estreia pelo Sporting.

79' Pontapé livre de James, para as nuvens.

77' Cartão vermelho para Marcos Rojo! Lance de polémica em Alvalade, com Paulo Baptista a mostrar o segundo amarelo ao argentino, num lance em que Rojo "divide" a falta sobre Jackson com Rinaudo. Poderia ter admoestado o médio, mas decidiu "castigar" Rojo.

74' Substituição no Sporting. Saiu Adrien Silva e entrou André Carrillo. Jesualdo Ferreira arrisca e tira um dos pilares do meio-campo.

73' Remate perigoso de Bruma, que sofreu um desvio em Fernando e acabou por sair um pouco ao lado do alvo.

71' Remate de Fernando, sem perigo para Rui Patrício.

71' Os centrais do Sporting estão a limpar tudo na grande área. Excelente exibição de Tiago Ilori no "controlo" a Jacks

on Martínez.

69' James Rodríguez não entrou bem na partida e está "perdido" no meio da teia de meio-campo do Sporting.

67' Substituição no FC Porto. Saiu Silvestre Varela e entrou Christian Atsu.

66' Primeiro Fernando e depois Otamendi conseguem bloquear as investidas de Bruma e Eric Dier. O inglês fez o primeiro remate do Sporting na segunda parte, mas a bola foi intercetada pelo argentino.

64' Cruzamento/remate de Defour, para Rui Patrício segurar.

62' FC Porto a revelar algumas dificuldades em ligar os setores. Steven Defour está muito recuado no terreno, quase a formar um duplo pivô com Fernando, e só Lucho González está a fazer jogar a equipa portista. Silvestre Varela não rende no ataque portista e James Rodríguez ainda não "pegou" no jogo.

60' Substituição no Sporting. Saiu Labyad e entrou Bruma.

57' Liedson começa a aquecer na equipa do FC Porto.

56' Substituição no FC Porto. Saiu Izmailov, brindado com um último coro de assobios, e entrou James Rodríguez.

54' Izmailov teve espaço para rematar, mas tentou o toque de primeira para Jackson e Miguel Lopes conseguiu ganhar o lance.

52' Rui Patrício desvia para canto, após remate/cruzamento de Alex Sandro.

50' Pontapé livre de Danilo, novamente ao lado do alvo. O FC Porto tenha ganho alguns livres diretos em posição perigosa, mas não tem bons marcadores - Maicon prometeu na pré-época, mas não cumpriu nos jogos "a sério".

49' Fokobo, Bruma e André Carrillo aquecem na equipa do Sporting.

48' Excelente corte de Tiago Ilori, que impediu Jackson de rematar à baliza.

46' Izmailov tentou o remate de longe, mas errou redondamente o alvo.

46' Danilo tentou servir Jackson, mas com demasiada força.

46' Início da segunda parte! Bola para o FC Porto.

- Vítor Pereira manda James Rodríguez, Atsu e Castro para exercícios de aquecimento.

Posse de bola: Sporting, 34%; FC Porto, 66%.

Remates (à baliza): Sporting, 2 (1); FC Porto, 10 (3).

Pontapés de canto: Sporting, 1; FC Porto, 5.

Faltas cometidas: Sporting, 5; FC Porto, 9.

Ataques: Sporting, 14; FC Porto, 22.

45+1' Intervalo em Alvalade.

45+1' Depois de um mau alívio de Helton, Danilo escorregou e o guarda-redes, rápido a reagir, evitou que Van Wolfswinkel pudesse chegar à bola.

45' Pontapé de Lucho González, para a bancada.

44' Cartão amarelo para Marcos Rojo, por derrubar Jackson Martínez.

43' Helton evita o golo! Grande defesa do guarda-redes brasileiro, após uma excelente rotação de Van Wolfswinkel, que ficou isolado e não marcou por pouco.

42' Alex Sandro tentou servir Lucho, na grande área, mas o passe saiu com demasiada força.

40' Silvestre Varela passa por um, por dois e acaba por perder a bola. Não será uma surpresa se for substituído por James no início da segunda parte.

38' Jackson volta a falhar! O colombiano, no um-para-um com Tiago Ilori, encontrou espaço para rematar, mas atirou ao lado do alvo.

38' Cartão amarelo para Izmailov, o primeiro da partida, por travar um contra-ataque do Sporting.

37' Lance de insistência do FC Porto, na grande área do Sporting, com Jackson e Lucho González a falharem o remate.

35' Silvestre Varela, um dos elementos de menos rendimento no FC Porto, tentou assistir Jackson, mas Tiago Ilori voltou a limpar o lance.

33' Ataque de Miguel Lopes pelo lado direito, com Van Wolfswinkel a solicitar a bola, mas o remate/cruzamento do lateral saiu mal.

32' O FC Porto rematou seis vezes, três à baliza, enquanto o Sporting rematou uma, ao lado do alvo.

30' Que perdida de Fernando! Na sequência de um pontapé de canto, o brasileiro, completamente sozinho, cabeceou à entrada da pequena área, mas errou o alvo e acabou por "tirar" a bola a Jackson.

28' Excelente ação de Fernando no meio-campo portista, que perante a ausência do "motor" Moutinho tem apostado mais na distribuição e aceleração do ritmo de jogo. Lucho González não está a conseguir preencher estes requisitos, apostando mais no passe curto e transições lentas.

26' Rui Patrício desarma Jackson na hora H, numa altura em que o colombiano parecia estar a preparar-se para rematar de costas para a baliza.

25' Os dragões, à imagem dos últimos jogos, usam e abusam da circulação de bola, mas quase sempre de forma lenta, algo que dá o tempo necessário ao Sporting para reorganizarem, sempre que necessária, o seu meio-campo e defesa.

23' Paulo Baptista a optar por um critério "largo" e a mandar jogar, tendo apitado poucas faltas até ao momento.

21' Rui Patrício evita o golo! Arrancada de Defour pelo lado direito, o belga entrou na grande área e rematou forte, mas o guarda-redes defendeu para canto.

20' Sporting a procurar, a cima de tudo, manter-se organizado e a não perder o equilíbrio. Eric Dier, para já, está a funcionar bem no meio-campo.

18' FC Porto com 64% de posse de bola, mas já "destruíram" cinco jogadas de ataque dos portistas, com recuperação de bola no meio-campo.

16' Corte providencial de Danilo, uma vez que Van Wolfswinkel seguia sozinho para a baliza adversária.

15' Jackson falha por pouco! O ponta-de-lança colombiano, após mais uma arrancada de Fernando pela zona central, rematou já dentro da grande área, mas por cima do alvo.

14' Remate de longe de Labyad, sem perigo para Helton.

14' Sporting a apostar num futebol mais direto, ora em passes em profundidade, ora em transições rápidas pelos flancos, apostando na velocidade de Labyad e Diego Capel.

12' Van Wolfswinkel remata contra Fernando e ganha o primeiro pontapé de canto para o Sporting.

11' Cruzamento perigosíssimo de Silvestre Varela, à procura de Jackson, para um corte providencial de Tiago Ilori.

10' Remate rasteiro de Jackson Martínez, para Rui Patrício segurar.

9' Os adeptos do Sporting "perseguem" Izmailov com lasers.

8' Remate perigosíssimo de Danilo, num livre direto, a passar a poucos centímetros do poste.

6' Izmailov é assobiado efusivamente sempre que toca na bola. Silvestre Varela tem maior "tolerância".

4' Consciente de que o FC Porto não só é forte no jogo interior como algo limitado a tal, Jesualdo Ferreira opta por preencher o "miolo", ao juntar Eric Dier a Rinaudo e Adrien, na procura de maior consistência. No ataque, sai pelas alas, por Labyad ou Diego Capel.

2' Rui Patrício nega o golo a Jackson, após lance conduzido por Fernando. O colombiano rematou forte, mas à figura.

2' Sporting a criar perigo! Labyad arranca pela direita (teve espaço para isolar Van Wolfswinkel), mas acabou por cair na grande área, numa disputa de bola com Danilo. Pediu-se penálti.

1' Danilo tentou servir Jackson na grande área, mas o colombiano deixou a bola sair para canto.

1' Paulo Baptista apita para o início do jogo! Bola para o Sporting.

SPORTING: Rui Patrício; Miguel Lopes, Tiago Ilori, Marcos Rojo, Joãozinho; Rinaudo, Eric Dier, Adrien; Diego Capel, Labyad e Van Wolfswinkel. Suplentes: Marcelo Boeck, Cédric Soares, Fabrice Fokobo, Zezinho, André Carrillo, Bruma e Gaël Etock (Ricardo Esgaio fica na bancada).

FC PORTO: Helton; Danilo, Otamendi, Maicon, Alex Sandro; Fernando, Lucho González, Steven Defour; Marat Izmailov, Silvestre Varela e Jackson Martínez. Suplentes: Fabiano, Abdoulaye Ba, André Castro, James Rodríguez, Christian Atsu, Sebá e Liedson.

Antevisão do Sporting-FC Porto:

19.44 - Lucho González, capitão do FC Porto, trocou um cumprimento sentido com Jesualdo Ferreira, seu ex-treinador. Tudo a postos para o início do jogo...

19.42 - As equipas sobem ao relvado. Deverão estar cerca de 25 mil adeptos nas bancadas. As expetativas dos leões eram de 35 mil.

19.40 - Alguns adeptos leoninos aplaudiram Liedson no momento em que o ex-goleador do Sporting se sentou no banco de suplentes.

19.35 - Os jogadores já recolheram aos balneários. Este será, certamente, um dos clássicos com a assistência mais baixas dos últimos anos.

19.15 - Izmailov subiu ao relvado para aquecer e ouviram-se uns assobios "tímidos" nas bancadas, prontamente abafados pelos cânticos do FC Porto.

19.10 - A equipa dos leões já aquece no relvado, sob o olhar de não mais que cinco mil adeptos. E a maioria, para já, até é da claque do FC Porto.

19.00 - Os guarda-redes sobem ao relvado para iniciar os exercícios de aquecimento. Para já, há pouco público em Alvalade.

18.40 - A equipa do FC Porto também já está em Alvalade. Antero Henriques, Nélson Puga e Paulinho Santos foram os únicos a subir ao relvado.

18.35 - Para o clássico, a PSP mobilizou 500 agentes, mas há mais 400 seguranças no recinto, contratados pelo Sporting.

18.30 - A PSP formou um cordão de segurança em torno do estádio e o ambiente em torno de Alvalade tem dos mais pacífico nos últimos anos.

18.25 - O árbitro Paulo Baptista, o mais velho árbitro em atividade em Portugal (43 anos), já subiu ao relvado com a respetiva equipa de arbitragem. O terreno de jogo parece estar em condições bastante razoáveis.

18.20 - A claque Super Dragões, do FC Porto, já está na bancada. Ouviram-se alguns petardos no percurso até Alvalade, mas não há incidentes a registar até ao momento.

18.10 - A equipa do Sporting já chegou a Alvalade, com o presidente demissionário, Godinho Lopes, a liderar a comitiva.

Já Mário Jardel, precisamente um ex-goleador de FC Porto e Sporting, o dizia: "Clássico é clássico e vice-versa." Leões e dragões defrontam-se neste sábado em Alvalade, a partir das 19.45, com a maior distância alguma vez registada entre os dois clubes à 21.ª jornada: 30 pontos. Diferença, porém, que ficará à porta de Alvalade, estádio onde o FC Porto mais dificuldades passou no século XXI: nas últimas 14 visitas a Alvalade, apenas por duas vezes os dragões fizeram a festa no final dos 90 minutos. A motivação, porém, desta vez assenta na necessidade de não deixar o Benfica 'fugir', uma vez que os leões já estão afastados do título.

Jesualdo Ferreira, treinador do Sporting, reencontra o clube no qual se tornou no primeiro português tricampeão enquanto técnico; Miguel Lopes também vai defrontar a sua ex-equipa, tal como Izmailov, Silvestre Varela e Liedson. João Moutinho é a grande baixa do FC Porto para esta partida, enquanto Mangala também não poderá dar o seu contributo. Do lado do Sporting, Schaars, Boulahrouz e Jeffrén ocupam o boletim clínico e há uma série de jovens prontos a estrear-se em clássicos diante do FC Porto. A experiência também joga nos clássicos, mas os leões estão a sete pontos do último lugar de acesso direto à Liga Europa e a margem de erro é cada vez mais reduzida.

Vítor Pereira apelou ao máximo respeito por uma equipa que viu ser "superior ao Benfica enquanto esteve bem fisicamente" e Jesualdo Ferreira, que vai enfrentar o FC Porto pela 15.ª vez (só venceu uma vez, no Dragão, em 2005... e 'despediu' Victor Fernández), frisou que "os jogadores fazem-se nestes jogos" e que um triunfo seria uma grande injeção anímica no Sporting. Vítor Pereira, por sua vez, vai defrontar o Sporting pela quarta vez, somando até aqui duas vitórias e um empate. Estatísticas que ficarão, mais uma vez, à porta de Alvalade, pois em clássicos a única certeza é que não certezas. Assim o diz a história.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG