Carlos Barbosa diz ser "díficil" jogar play-off na Mata Real

O presidente do Paços de Ferreira admitiu ser "díficil" realizar a partida do "play-off" de apuramento para a Liga dos Campeões, recusando-se comentar a ausência de futebolistas pacenses na convocatória para a seleção nacional.

O presidente do Paços de Ferreira, Carlos Barbosa, disse em declarações à Lusa que "[Jogar na Capital do Móvel] Para o 'play-off' será muito difícil, mas vamos tentar para os próximos jogos europeus", estando ainda por definir qual o local onde se realizará a primeira partida dos pacenses na Liga dos Campeões.

O Estádio D.Afonso Henriques, em Guimarães, local onde o Paços de Ferreira disputou duas pré-eliminatórias da Liga Europa em 2009/10, foi a primeira alternativa estudada, no entanto, após contactos com responsáveis do FC Porto, o Estádio do Dragão é apontado como uma possibilidade.

Sobre o projeto da nova bancada, cujos trabalhos começaram no dia seguinte ao final da I Liga, Carlos Barbosa referiu-a como "uma opção, quando vierem as vistorias, logo decidiremos". "[O projeto] foi objeto de algumas correções, mas está a ficar pronto (...) logo que esteja pronto, será apresentado", explicou o presidente.

Sobre a ausência de jogadores pacenses na convocatória para a seleção nacional anunciada segunda-feira por Paulo Bento, o dirigente "castor" optou por deixar "para os jornalistas e analistas as reações".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG