Benfica de Castelo Branco é primeiro "tomba-gigantes"

O Benfica de Castelo Branco protagonizou a primeira grande surpresa da Taça de Portugal, ao eliminar o União da Madeira, numa eliminatória em que se registaram goleadas de 8-0 e 9-0.

O Benfica de Castelo Branco, do Campeonato Nacional de Seniores (CNS), ganhou estatuto de "tomba-gigantes" da segunda eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao eliminar (2-1) o União da Madeira, da II Liga (II L).

Na única partida que terminou com o afastamento de uma das 17 equipas profissionais, ficam para a história os golos dos albicastrenses Marocas (15 minutos) e Alvarinho (55), numa partida que chegou a estar empatada, graças ao tento de Silva (20).

A maior goleada de hoje foi aplicada pelo Desportivo de Chaves sobre o Avanca, por 8-0, enquanto um dos maiores "sustos" aconteceu no terreno do Atlético (II L), onde o Mirandela (CNS) obrigou a um prolongamento, após o "nulo" aos 90 minutos, mas Eridson (113) acabou por resolver a favor da equipa da casa.

Também o Farense (II L) sofreu para eliminar o Lusitânia de Lourosa (CNS), precisando de recorrer ao desempate por grandes penalidades (7-6) para bater o adversário de uma divisão inferior.

A maior goleada da segunda ronda pertenceu ao "secundário" Moreirense, que sábado bateu o Merelinense, dos distritais, por 9-0.

Para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, marcada para 20 de outubro, e já com as 16 equipas da I Liga, seguem 16 emblemas da II Liga, 26 do Campeonato Nacional de Seniores e seis dos Distritais.

Exclusivos

Premium

João Lopes

A última tentação cinéfila

O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.O ator Willem Dafoe é um dos homenageados do Lisbon & Sintra Film Festival: entre os seus títulos mais emblemáticos inclui-se A Última Tentação de Cristo, de Martin Scorsese, filme gerado num contexto de produção de Hollywood que já não existe.

Premium

Número dispara em quatro meses

Há 3685 desfibrilhadores em Portugal

Em quatro meses, o Instituto Nacional de Emergência Médica colocou mais de mil desfibrilhadores em espaços públicos. Mas faltam ainda muitos passos para cumprir à risca a legislação criada em 2012. No concelho de Ansião (Leiria), um enfermeiro apresentou uma proposta ao orçamento participativo e a câmara vai instalar 18 aparelhos nos espaços públicos. Foi lá que há dois anos um dispositivo desses salvou a vida a um bombeiro.