Arouca preparado para o 4x4x2 de Paulo Fonseca

Sob o apito de Carlos Xistra, o Arouca (15.º, com nove pontos) defronta o Paços de Ferreira (7.º, com 19 pontos) no sábado, às 16.00.

O treinador do Arouca, Pedro Emanuel, disse nesta sexta-feira que o clube precisa de conquistar pontos na visita ao Paços de Ferreira, da 13.ª jornada da I Liga, depois da derrota caseira com o Penafiel.

"O espírito é o de retificar o resultado que não conseguimos concretizar no último fim de semana. Temos a noção da nossa responsabilidade e que neste momento temos de somar pontos para irmos ao encontro daquilo que são os nossos objetivos e não rejeitamos as nossas responsabilidades", afirmou o treinador do Arouca à agência Lusa.

Mesmo defrontando um adversário que considera difícil, que ocupa a sétima posição na classificação com 19 pontos, mais 10 do que o Arouca, Pedro Emanuel confia que a sua equipa vai estar à altura.

"Já demonstramos várias vezes que, quando o nível de exigência sobe, a nossa competência e rigor são maiores também. O Arouca, como todas as equipas, tem direito a ter um dia menos bom, foi o que aconteceu no último fim de semana. Agora queremos voltar àquilo que é o nosso caminho, porque não fazemos destes aspetos um drama na nossa vida, fazemos sim uma motivação. Vamos para a luta", confia o técnico.

Atento ao adversário, o treinador arouquense vê qualidades nos bons executantes do Paços de Ferreira e reconhece que a tática usada por Paulo Fonseca tem dado resultado na equipa dos castores.

"O Paços tem bons executantes, está bem orientado. As dificuldades do jogo residem no facto do Paços jogar em casa, com o seu público. Tem uma estrutura que está a ter sucesso, mediante o que tem sido este arranque, com o 4X4X2 do Paulo [Fonseca], com muito jogo interior. Nós preparámo-nos para isso", garantiu o treinador.

Sem querer falar na possibilidade de reforçar o plantel arouquense no mercado de inverno, Pedro Emanuel salientou que põe "sempre em campo aquilo que são as melhores opções", embora assuma que gostaria de ter o Nildo, que se lesionou com gravidade, disponível para jogar, mas lembra: "No passado não podemos mexer, no futuro não há certezas, a única coisa que depende de nós é o presente".

O Arouca, 15.º classificado, com nove pontos, visita no sábado (16.00) o Paços de Ferreira, sétimo, com 19, numa partida que será arbitrada por Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG