40 mil cartões vermelhos a Cavaco na final da Taça

O movimento "Que se lixe a toika" está a distribuir 40 mil cartões vermelhos para que sejam erguidos quando for anunciada a presença do Presidente da República, Cavaco Silva, na final da Taça de Portugal em futebol.

Em declarações à agência Lusa, Marco Marques, organizador da iniciativa, frisou que esta era uma "oportunidade a aproveitar uma vez que se encontram vários milhares de pessoas bem como Cavaco Silva, que é a única pessoa que pode demitir este governo".

No panfleto pode ler-se "não vamos à bola com a troika! Nem com este governo! Basta de penáltis roubados! A nossa equipa é o povo", apelando a erguê-lo e a assobiar quando for anunciada a presença do Presidente da República.

"Somos contra a política de austeridade. A demissão do governo vai permitir aos cidadãos encontrar alternativas a este tipo de políticas. Apelamos também a presença de todos na manifestação a 01 de junho. É uma manifestação internacional, contra a austeridade, e que vai acontecer em vários países europeus, como Espanha e Itália", concluiu.

Benfica e Vitória de Guimarães defrontam-se hoje, às 17:15 horas, em jogo da final da Taça de Portugal em futebol, que se realiza no Estádio do Jamor, em Oeiras, e que terá a arbitragem de Jorge Sousa, do Porto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG