Zâmbia é a principal rival de Cabo Verde na CAN

Rui Águas considera que a Zâmbia, no Grupo B, será a oponente mais difícil para Cabo Verde na primeira fase da Taça das Nações Africanas.

O português Rui Águas, selecionador de Cabo Verde, considera que a Zâmbia é o adversário mais forte no Grupo B da Taça das Nações Africanas (CAN2015) de futebol, mas os caboverdianos aspiram a seguir em frente.

No sorteio, realizado na quarta-feira, em Malabo, Cabo Verde ficou colocado no Grupo B, juntamente com Zâmbia, Tunísia e República Democrática do Congo.

"A Zâmbia teoricamente é a equipa mais forte, mas que nós já conhecemos e com quem jogámos. Tem esse lado positivo, temos duas equipas para analisar [Tunísia e República Democrática do Congo] e não três", analisou o técnico à agência Lusa.

Rui Águas entende que Cabo Verde tem que se focar em si, "para além do valor das outras", e referiu que a sua seleção estará, como todas as que chegam a esta fase, na luta por um lugar nos quartos-de-final.

Dos quatro grupos da CAN 2015, apuram-se os dois primeiros de cada para a fase a eliminar.

"Qualquer das equipas tem como meta inicial esse objetivo e acredito que as 16 equipas o queiram atingir e nós também", justificou o treinador.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG