Verona, de Iturbe, "afunda" Catania, de Rinaudo

O Hellas Verona recebeu e goleou o Catania por quatro bolas a zero, com dois golos de Luca Toni, e está num "trio" de equipas empatadas na luta pelo 6.º lugar.

O Catania, de Fito Rinaudo (emprestado pelo Sporting), continua sem vida fácil na Série A italiana. A formação siciliana deslocou-se a Verona, onde foi derrotada pelo Hellas local, em jogo da 35.ª jornada

Num jogo em que Iturbe (saiu lesionado), cedido pelo FC Porto, foi titular do lado do Verona e Rinaudo do lado do Catania, foi o "velhinho" Luca Toni, de 36 anos, a grande figura da partida.

O avançado italiano marcou dois golos (6' e 28') que deram início à vitória (Marquinho e Taleb os outros dois) da sua equipa e ascendeu ao primeiro lugar da lista de melhores marcadores do campeonato, com 20 golos.

Esta derrota deixou o Catania mais próximo da despromoção. Os sicilianos estão em último lugar, com 23 pontos, menos cinco que o Sassuolo, primeira equipa acima da linha de água.

Hellas Verona, Torino e Lazio somam 52 pontos cada, mais um do que Parma e AC Milan, na luta pelo 6.º lugar da Liga italiana, que dá acesso à Liga Europa, pois os finalistas da Taça de Itália (Nápoles e Fiorentina) já garantiram um lugar "europeu" via campeonato.

O Torino, orientado por Giampiero Ventura, recebeu e bateu a Udinese, de Bruno Fernandes (foi titular), por dois golos sem resposta. O marroquino El Kaddaouri inaugurou o marcador logo aos 15'; na segunda parte foi a vez de Ciro Immobile, avançado italiano de 24 anos, confirmar a vitória d'Il Toro com o seu 20.º golo na Liga italiana, alcançando Luca Toni na tabela dos artilheiros máximos.

A Lazio, por sua vez, deslocou-se ao Armando Picchi para bater, sem dificuldades, o Livorno, com golos de Stefano Mauri (15') e António Candreva (51').

O grande derrotado da tarde foi o Parma, que perdeu na visita a Cagliari. Um golo solitário do avançado chileno Mauricio Pinilla (ex-Sporting) complicou o sonho europeu da equipa parmalat, que desceu para o nono lugar, com 51 pontos.

No último jogo da tarde, a Sampdoria recebeu e bateu o Chievo em Génova. A formação de Francesco Pedone chegou a estar em desvantagem devido a um golo de Théreau (66') mas conseguiu dar a volta nos dez minutos finais.

Éder, aos 81', e Soriano, aos 90', marcaram os golos da reviravolta que deixou o Chievo num "perigoso" 16.º lugar, com apenas dois pontos de vantagem sobre o Bolonha (28 pontos), primeira equipa em zona de descida.

Resultados da 35.ª jornada:

Hellas Verona 4 - 0 Catania

Torino 2 - 0 Udinese;

Cagliari 1 - 0 Parma;

Livorno 0 - 2 Livorno;

Sampdoria 2 - 1 Chievo;

Exclusivos