"Será difícil treinar a seleção: não há portugueses"

Treinador do Real Madrid considera que "ter a corda na garganta" é um hábito na seleção portuguesa e acredita no apuramento para Mundial. Técnico elogia "a honra e força" de Pandev.

José Mourinho mantém a crença que a seleção de Portugal estará no Mundial do Brasil, em 2014, apesar de a equipa treinada por Paulo Bento estar a atravessar uma fase negativa, que se arrasta desde o Euro 2012. José Mourinho já assumiu, diversas vezes, que pretenderá treinar a seleção nacional numa fase mais adiantada da sua carreira, mas pela primeira vez considera que tal "será difícil... porque quase não há jogadores portugueses a jogar em Portugal".

"O que está a acontecer é déjà vu.Há quanto tempo sofremos até ao fim, vamos a 'play-offs' e conseguimos apurar-nos com a corda a apertar a garganta?", questionou o treinador do Real Madrid, neste sábado, durante a inauguração da exposição "Mourinho, 50 anos", em Setúbal, a sua terra natal.

"Se é déjà vu,que continue a ser. Que continuemos terminar em segundo, a ganhar 'play-offs' e a fazer boas fases finais. A tendência é esta. Vamos fazer os pontos necessários para ir ao 'play-off', depois esperamos ter sorte no sorteio para evitar uma equipa poderosa; depois é sofrer nesses dois jogos para nos qualificarmos", desejou o técnico.

Sobre a recente polémica que envolve a FIFA e os votos para melhor treinador do mundo em 2012, José Mourinho agradeceu a "honra e força" de Pandev, capitão da Macedónia, que afirma que alguém falsificou a sua assinatura para atribuir cinco votos a Vicente del Bosque e não ao treinador português.

"A minha intenção foi apenas mostrar porque não fui [n.d.r. à gala da FIFA]. Não foi porque não ganhei, mas porque me disseram que as coisas não eram claras. Provavelmente não ganharia na mesma. Agora as coisas estão claras e ninguém pode criticar-me. Quando estão claras para mim é ponto final. Pandev foi um dos muitos que me telefonaram. Todos os outros pediram anonimato, mas é um anonimato respeitável", completou o técnico.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG