Ronaldo e Mourinho silenciaram Camp Nou

Merengues já começaram a celebrar o título de campeão espanhol na Catalunha, depois de Mourinho ter conseguido a primeira vitória da carreira em Camp Nou. CR7 superou Messi e fez o golo do triunfo.

A melhor equipa do mundo até poderá morar em Camp Nou, mas a festa do título de campeão espanhol será feita em Madrid. Na verdade, aliás, começou a ser feita na Catalunha este sábado, pelos adeptos do Real Madrid. José Mourinho quebrou a "maldição" de Camp Nou e venceu, pela primeira vez, no terreno do Barcelona. A vitória, por 1-2, deixa os merengues a duas vitórias de um título com o carimbo de Cristiano Ronaldo.

Guardiola tinha avisado: só a vitória manteria o Barcelona na luta pelo campeonato até ao final da época. Depois desta derrota, quando faltam apenas quatro jornadas para o final da Liga, já ninguém duvida que a equipa mais concretizadora da história do futebol espanhol será campeã. O Real Madrid de José Mourinho chegou aos 109 golos na Liga esta temporada e aos 160 em todas as competições, números nunca igualados em toda a história, nem pelo Barça campeão europeu de Guardiola.

A vitória do Real Madrid em Camp Nou começou a ser desenhada por um herói improvável: depois de um cabeceamento de Pepe, de uma defesa incompleta de Valdés e de uma falha de Puyol, o alemão Khedira atirou para o fundo das redes. Um golo com polémica: Khedira estava ligeiramente em posição de fora de jogo, mas foi com esse golo que Mourinho chegou em vantagem ao intervalo. E nem os 74% de posse de bola do Barça tornavam o resultado injusto, uma vez que o Real Madrid foi sempre a equipa com maior objetividade em campo: sem carrosséis com a bola, os merengues definiram como objetivo marcar um golo. E o objetivo foi cumprido, ao contrário do Barça.

O Barcelona, naturalmente, preparou a resposta para a segunda parte, mas tardava em conseguir desatar o nó. Pep Guardiola só decidiu mexer na equipa aos 70 minutos e deu a impressão que, se o tivesse feito mais cedo, poderia ter mudado por completo a partida. Um minuto depois de Alexis entrar, o chileno empatou a partida com um golo "às cambalhotas", após duas grandes defesas de Casillas.

O resto foi escrito pelo melhor marcador da Liga espanhola: Cristiano Ronaldo ganhou o duelo a Messi e passou a somar 42 golos na Liga, depois de ter batido Valdés na resposta ao golo do Barcelona. Ronaldo apareceu quando o Real Madrid precisou, Messi não conseguiu fazer o mesmo pelo Barcelona. A festa dos merengues, no final, da partida, alinhada ao desalento dos jogadores do Barça, dispensava comentários: campeão à vista.

Filme do jogo:

90+4' Final do jogo!

90+3' Pontapé livre de Ronaldo, para a bancada.

90+3' Substituição no Real Madrid. Saiu Benzema e entrou Higuaín.

88' Substituição no Real Madrid. Saiu Özil e entrou Callejón.

86' Cartão amarelo para Mascherano, por falta sobre Ronaldo.

83' Remate forte de Benzema, para Valdés encaixar. O francês só precisava do golo para se tornar, provavelmente, no melhor em campo.

81' Os jogadores do Barcelona estão impacientes e começam a protestar com o árbitro da partida. O Real Madrid tenta acalmar o ritmo de jogo.

80' Substituição no Barcelona. Saiu Tello e entrou, com 80 minutos de atraso, Fàbregas.

75' Dani Alves tenta agredir Cristiano Ronaldo. O árbitro nada assinalou.

74' Substituição no Barcelona. Saiu Adriano e entrou Pedro Rodríguez.

73' Substituição no Real Madrid. Saiu Di Maria e entrou Granero.

73' GOLO DO REAL MADRID! RONALDO! O melhor marcador da Liga espanhola, com 42 golos, calou Camp Nou! Enorme passe do desgastado Özil para Ronaldo, que enquadrou-se com a baliza e bateu Valdés. O português manda Camp Nou acalmar-se. Campeão novamente à vista...

71' GOLO DO BARCELONA! ALEXIS SANCHÉZ! Aqui o porquê da pergunta que "colocámos" a Guardiola há dois minutos. Depois de Casillas ter evitado o golo do Real Madrid com duas grandes defesas, o avançado chileno conseguiu desviar a bola para o fundo da baliza. O Real Madrid vai, agora, defender.

69' Substituição no Barcelona. Saiu Xavi e entrou Alexis Sanchéz. Apetece perguntar: só agora, Guardiola?

68' Remate cruzado de Xavi, a passar muito perto do alvo.

67' Os jogadores do Real Madrid começam a queimar tempo. Coentrão estende-se no relvado e pede assistência médica. Coisas do futebol...

63' Mourinho terá que mexer na equipa em breve. Mesut Özil está visivelmente esgotado e, na próxima semana, há jogo decisivo diante do Bayern Munique.

62' O Barcelona nunca conseguiu vencer o Real Madrid depois de ter passado o minuto 60 em desvantagem, em mais de 200 clássicos entre as duas equipas.

61' A partida encaminha-se para a fase decisiva: Mourinho tentará matar o jogo ou vai defender a vantagem tangencial?

59' Pepe assobiado em Camp Nou, depois de ter simultado uma falta cometida por Iniesta. O médio espanhol nem lhe tocou...

58' Fàbregas, Pedro Rodríguez e Alexis Sanchéz. São as armas que Pep Guardiola tarda em lançar em campo.

54' Que perdida de Tello! Finalização desastrosa do jovem atacante, depois de ter ficado isolado pelo passe de Thiago.

54' Andrés Iniesta é um dos mais inconformados com a desvantagem e tem uma razão para isso: já leva 55 jogos consecutivos sem perder, a melhor marca da história da competição.

53' Ronaldo coloca a bola no fundo da baliza, mas estava em fora de jogo.

48' Começa a chover com maior intensidade em Camp Nou...

47' Cartão amarelo para Xabi Alonso, por falta sobre Messi.

46' Mais história a favor de Mourinho: não perde um jogo fora de casa depois de ter vencido a primeira parte há seis anos. Ainda estava no Chelsea e perdeu 2-1 com o Middlesbrough.

46' INÍCIO DA SEGUNDA PARTE! Bola para o Barcelona.

- O Barcelona já não vence um clássico depois de terminar a primeira parte em desvantagem há... 46 anos (!). Os blaugrana estão habituados a fazer história, mas hoje terão de ir contra a história.

- Em toda a história do Real Madrid em clássicos na Catalunha, os merengues só perderam uma vez depois de chegarem ao intervalo em vantagem. Venceram 16 jogos e empataram duas vezes.

45+1' INTERVALO EM CAMP NOU! O golo de Khedira - obtido em posição de fora de jogo - dá a vantagem ao Real Madrid, que conseguiu superiorizar-se ao Barcelona e justificar a vantagem ao intervalo. Guardiola tem 45 minutos para "roubar" as faixas a José Mourinho.

45' Özil entrou na grande área e ficou à beira de fazer a assistência para o golo, mas falhou no último passe.

43' Cartão amarelo para Pepe, por falta sobre Busquets.

41' Cristiano Ronaldo "partiu os rins" a Puyol com uma grande finta, mas excedeu-se no lance individual e acabou desarmado.

37' O domínio em Camp Nou é do Real Madrid. Falta aos merengues explorarem um pouco mais o contra ataque.

34' Lionel Messi tenta rumar contra a maré: é o argentino quem tenta assistir os companheiros, à procura de um erro de marcação do Real Madrid.

29' Mourinho tem o historial do seu lado: há 22 anos que o Real Madrid não perde um jogo em Camp Nou depois de se adiantar no marcador.

27' Que perdida de Xavi! Messi conseguiu finalmente abrir um "buraco" na defesa do Real Madrid e colocou Xavi na cara do golo, mas o médio espanhol atirou a rasar o poste!

24' O Real Madrid controla a partida em Camp Nou e o Barça não está a conseguir criar grandes lances de perigo. Ainda é cedo, mas este poderá ser o dia em que Mourinho acaba com o "fantasma" de Camp Nou.

21' O golo de Khedira terá um sabor especial para Mourinho: o seu Real Madrid já é a equipa mais concretizadora de sempre do futebol espanhol, com 108 golos. E mais virão até ao final da temporada, onde Mourinho também já tem recorde absoluto: 159 golos em todas as competições.

20' Remate perigoso de Tello, a passar perto do alvo.

19' O Real Madrid mantém a pressão alta sobre a defesa do Barcelona, algo que parece estar a surpreender os blaugrana.

17' GOLO DO REAL MADRID! KHEDIRA! É através de uma bola parada que o Real Madrid chega ao golo: Pepe cabeceou para defesa apertada de Valdés, que não conseguiu segurar; Puyol não conseguiu limpar o lance e Khedira aproveitou para atirar para o fundo das redes.Vem aí polémica: o alemão está ligeiramente em fora de jogo...

16' Cartão amarelo para Busquets, por falta sobre Cristiano Ronaldo. Não será, seguramente, a única vez em que o árbitro terá de ir ao bolso esta noite.

15' O Barcelona começa a aproximar-se com maior perigo da baliza de Casillas.

12' Remate rasteiro de Benzema, para Valdés segurar.

10' José Mourinho assume o risco para contrariar um eventual domínio do Barça: pressão alta em todos os lances, procurando evitar o 'tiki-taka' catalão.

8' Clássico frenético em Camp Nou! Partida disputada a um ritmo alto, com muita agressividade de ambas as partes e com preocupações acrescidas para Ronaldo e Messi.

6' Casillas evita o golo! Depois de um erro defensivo de Pepe, Dani Alves apareceu como uma flecha na cara do golo, mas o guarda-redes espanhol conseguiu fazer a mancha.

5' Guardiola, afinal, preparou mais do que uma defesa para Mourinho: o Barcelona está a jogar apenas com três defesas, optando por juntar Dani Alves ao meio campo.

4' Ronaldo à beira do golo! E que grande defesa de Valdés! Na sequêcia de um pontapé de canto, o extremo português rematou de cabeça, mas o guarda-redes do Barça foi buscar a bola "à gaveta".

3' O Real Madrid entra com pressão alta em Camp Nou, uma estratégia de risco contra o habitual 'tiki-taka' catalão.

1' Guardiola surpreendeu ao deixar Piqué, Fàbregas e Alexis Sanchéz no banco de suplentes, promovendo a titularidade das futuras estrelas do Barça, Tello e Thiago. Mourinho só surpreende pela titularidade do muito criticado Fábio Coentrão.

- O árbitro Alberto Undiano Mallenco apita para o início da partida! Bola para o Real Madrid.

BARCELONA: Victor Valdés; Dani Alves, Mascherano, Puyol, Adriano; Busquets, Xavi, Thiago; Tello, Andrés Iniesta e Lionel Messi.

REAL MADRID: Casillas; Arbeloa, Pepe, Sergio Ramos, Coentrão; Xabi Alonso, Khedira; Di Maria, Mesut Özil, Cristiano Ronaldo; Benzema.

Este sábado, todos os caminhos vão dar a Camp Nou. Mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo vão assistir à partida entre Barcelona e Real Madrid, a partir das 19.00, em Camp Nou, em jogo da 35.ª jornada da Liga espanhola, que poderá ficar hoje mesmo sentenciada.

Este será o sexto clássico da temporada 2011/12 e poderá, também, ser o último, uma vez que a final da Liga dos Campeões está a distâncias de vitórias difíceis na segunda mão das "meias". Nos cinco primeiros rounds, o Barcelona venceu três e empatou dois. José Mourinho, aliás, nunca conseguiu vencer em Camp Nou, ora pelo Chelsea, ora pelo Inter Milão, ora pelo Real Madrid.

A verdade é que o técnico português, provavelmente, nem se importaria de não vencer esta noite, uma vez que o empate deixaria o Real Madrid com quatro pontos de vantagem sobre os blaugrana, a quatro jogos do final do campeonato. Guardiola, aliás, admitiu que se o Barcelona não vencer diz adeus ao título. Mourinho, mais uma vez, não disse nada antes do clássico. Resta saber o que Cristiano Ronaldo terá a dizer no duelo de "titãs" frente a Messi. Tudo para acompanhar no DN.pt, a partir das 19.00.

Exclusivos