Paraguaios ganham vantagem na final da Libertadores

Os paraguaios do Olimpia venceram os brasileiros do Atlético Mineiro por 2-0, na primeira mão da Taça dos Libertadores, a "Champions" sul-americana.

No estádio Defensores del Chaco, em Assunção, o Olimpia deu um grande passo rumo ao quarto troféu da maior competição sul-americana de clubes, depois das vitórias em 1979, 1990 e 2002.

Já o Atlético Mineiro está obrigado a "virar" esta derrota por dois golos em Belo Horizonte, na próxima quarta-feira, se quiser erguer pela primeira vez esta taça, também na primeira final da prova que disputa.

Alejandro Silva, pouco depois dos primeiros 20 minutos de jogo, e Wilson Pittoni, na conversão de um livre direto já nos últimos segundos da compensação concedida pelo árbitro argentino Néstor Pitana, fizeram os golos dos paraguaios, que viajam para o Brasil com uma vantagem relativamente confortável.

No At. Mineiro, a expulsão de Richarlyson deixou a equipa em fragilidade. E a estrela Ronaldinho Gaúcho também esteve pouco inspirada, tendo mesmo o jogador sido substituído durante a segunda parte. Bernard, que tem sido colocado na rota do FC Porto, não jogou por estar suspenso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG