Operação a Ricardo Gomes correu bem

O antigo jogador do Benfica foi submetido a uma intervenção cirúrgica depois de ter sofrido um AVC hemorrágico. Mas o seu estado é grave.

O treinador do Vasco da Gama, Ricardo Gomes, antigo futebolista do Benfica, continua em estado gravíssimo depois de ter sido operado na sequência do acidente vascular cerebral hemorrágico que sofreu no domingo, durante um jogo do campeonato brasileiro.

De acordo com o último boletim médico, divulgado na manhã de hoje, Ricardo Gomes não sofreu complicações da cirurgia durante a noite, noticia a imprensa brasileira. O seu estado de saúde é gravíssimo, porém estável, segundo informações prestadas pelo Hospital Pasteur, no Rio de Janeiro, onde o treinador continua internado.

O antigo defesa central do Benfica e da selecção brasileira sentiu-se mal durante o dérbi entre Vasco e Flamengo, no Rio de janeiro. Retirado rapidamente do relvado, foi operado no mesmo dia.

"O resultado [da cirurgia] foi o melhor possível. A hemorragia foi totalmente drenada", disse o neurocirurgião José Antônio Guasti ao jornal Folha de S. Paulo.

Ainda assim, a equipa médica diz que é possível que o treinador fique com sequelas por causa do acidente vascular cerebral hemorrágico.

A parte do cérebro atingida é a que comanda as acções motoras. Caso o seu estado de saúde melhore, Gomes poderá ficar com os movimentos do lado direito do corpo e a fala comprometidos.

Os médicos dizem que só poderão avaliar de forma mais precisa os resultados da operação passadas 72 horas.

Enquanto Ricardo Gomes passava pela operação, adeptos, jogadores e dirigentes do Vasco da Gama permaneceram no hospital para prestar apoio ao treinador.

Ricardo Gomes já tinha tido uma alteração vascular cerebral durante uma partida contra o Palmeiras, em Fevereiro de 2010, quando estava no comando do São Paulo FC. Após avaliação médica, porém, foi autorizado a retornar ao trabalho.

Ricardo Gomes jogou no Benfica entre 1988 e 1991, proveniente do Fluminense, e, depois, na época 1995/96. Nos quatro anos de intervalo entre as duas passagens por Lisboa, actuou no Paris Saint-Germain.

O defesa central representou o Brasil no Mundial Itália1990 e foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos Seul1988.

Como treinador, começou sua carreira em 1996 no Paris Saint-Germain, onde permaneceu por duas épocas. Além do São Paulo e do Vasco da Gama, ele também já treinou Flamengo, Fluminense e mais duas equipas francesas, o Bordéus e o Mónaco.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG