Mascherano e uma "dor para toda a vida"

Jogador da seleção Argentina considera que os sul-americanos fizeram o suficiente para merecer vencer o Mundial 2014, perdido para a Alemanha.

Javier Mascherano afirmou, após a final do Mundial 2014, frente à Alemanha, que "a dor da derrota será para toda a vida".

"Lamentavelmente a dor vai ser para toda a vida porque esta era a nossa oportunidade", lamentou o jogador, ainda "a quente", após a derrota por 1-0 aos pés do alemães, que marcaram no prolongamento, por Götze, o único golo da partida.

Mascherano acrescentou "não ter como explicar" a derrota, que chegou "a cinco minutos [sete] do fim", até porque considera que a seleção argentina "fez tudo para ganhar" e que "teve as melhores oportunidades até à altura em que acusou alguma quebra física".

"A dor é imensa porque queríamos levar a Taça do Mundo de regresso à Argentina, mas demos tudo. Hoje não vacilámos, demos o que tínhamos e só lamentamos pelos argentinos que vieram aqui e pelos que ficaram no nosso país", disse, ainda Mascherano, para quem agora é preciso "superar a dor e levantar a cabeça".

O defesa/médio do Barcelona sente que "sai de cabeça erguida", com a noção de "tudo ter feito para vencer a final" e ao mesmo tempo "orgulhoso por fazer parte" deste grupo de jogadores, considerando que faltou à Argentina uma "pontinha de sorte que é preciso ter numa final tão importante".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG