Manuel Machado revela confiança e ambição do Nacional

O treinador do Nacional afirmou esta sexta-feira que o Dínamo Minsk, adversário no "play-off" de acesso à fase de grupos da Liga Europa de futebol, "merece grande respeito", mas revelou também que tem "muita confiança" na sua equipa.

Manuel Machado considera que o Dínamo Minsk tem a seu favor o facto de, quando defrontar o Nacional, "contar com 20 jogos disputados no seu campeonato", revelando, no entanto, que isso não fará esmorecer "a ambição da equipa", a qual considera trer "capacidade" para ultrapassar o emblema da Bielorrússia.

"O Dínamo Minsk é um clube com nome internacional, que toda a gente conhece e, em teoria, se juntarmos o clube à sua dimensão, teremos uma eliminatória com grau de dificuldade elevado pela frente. Há um grande respeito pelo adversário, mas acreditamos ser capazes. Temos confiança e ambição e vamos à luta", disse Manuel Machado em conferência de imprensa.

Alegando que o nome do adversário "poderá criar alguma ansiedade competitiva", Machado destaca haver "muita confiança e um historial de contrariar aquilo que, em teoria, é muito complicado", referindo-se ao facto de o Nacional ter eliminado o Zenit de São Petesburgo, numa das anteriores participações europeias do emblema madeirense.

Apesar de o sorteio se ter realizado esta manhã, Manuel Machado já recolheu alguns dados sobre o conjunto bielorrusso, afirmando mesmo que irá dispensar a observação de qualquer jogo.

"Já estive a analisar o adversário, apesar de o sorteio ter tido lugar há poucas horas. Até ao primeiro jogo, vamos recolher muitos dados, mas não vamos observá-los, porque há ferramentas para analisar o adversário, sem a necessidade de fazer três mil quilómetros e gastar dinheiro", destacou.

O jogo da primeira mão realiza-se a 21 de agosto, na Bielorrússia, e o da segunda a 28, no Estádio da Madeira, no Funchal.

Se eliminar o Dínamo de Minsk, o Nacional junta-se na fase de grupos ao Estoril-Praia e, eventualmente, ao Rio Ave, que vai disputar o "play-off" contra os suecos do Elfsborg.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG