Luiz Felipe Scolari deixa seleção brasileira

A Confederação Brasileira de Futebol vai anunciar ainda hoje a saída do técnico Luiz Felipe Scolari, diz a imprensa canarinha.

A informação está a ser reproduzida pela globalidade da imprensa brasileira, horas depois de a Alemanha ter vencido o Mundial de futebol. A TV Globo escreve que Scolari renunciou ao cargo no domingo e que fará hoje o anúncio oficial. Já a agência France Presse refere que a Confederação Brasileira de Futebol não vai renovar o contrato do selecionador nacional.

A saída de Scolari do cargo chegou a ser dada como certa na semana passada pela imprensa brasileira, que avançava então para seu substituto o nome de Tite, campeão brasileiro pelo Corinthians e atualmente livre de compromissos.

Felipão assumiu a seleção brasileira no final de 2012, meses antes da Taça das Confederações, em 2013, onde o Brasil conquistou o título ao bater a Espanha, por 3 a 0 no Maracanã. Foram 29 jogos no comando da seleção, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas. O Mundial, porém, não correu da melhor forma: sete jogos, duas derrotas, três vitórias e dois empates, terminando no quarto lugar, sendo que os dois últimos jogos resultaram em duas goleadas: 7-1 diante da Alemanha e 3-0 com a Holanda.

Exclusivos

Premium

Vida e Futuro

Formar médicos no privado? Nem a Católica passa no exame

Abertura de um novo curso de Medicina numa instituição superior privada volta a ser chumbada, mantendo o ensino restrito a sete universidades públicas que neste ano abriram 1441 vagas. O país está a formar médicos suficientes ou o número tem de aumentar? Ordem diz que não há falta de médicos, governo sustenta que "há necessidade de formação de um maior número" de profissionais.