Internacional sul-africano Senzo Meyiwa morto a tiro

O guarda-redes Senzo Meyiwa, que recentemente se tornou "capitão" da seleção sul-africana de futebol e que alinhava nos Orlando Pirates, morreu após ter sido baleado em casa, perto de Joanesburgo, revelou hoje a polícia local.

Meyiwa, de 27 anos, estava hoje em casa em Vosloorus, uma pequena cidade 20 quilómetros a sul de Joanesburgo, quando foi morto a tiro, tendo chegado ao hospital já sem vida.

De acordo com a polícia, estavam sete pessoas dentro da residência. Dois suspeitos terão entrado na casa e um terceiro terá ficado no exterior. "Houve uma briga e Senzo Meyiwa foi baleado", informaram as autoridades, acrescentando que os três suspeitos fugiram a pé.

O guarda-redes atuou sempre nos Orlando Pirates, do campeonato sul-africano, e recentemente tinha conquistado a titularidade e a braçadeira de capitão da seleção, durante a fase de apuramento para a CAN2015.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG