Yohan Tavares assina pelo Chievo Verona

O luso-francês, que esteve emprestado ao Estoril pelos belgas do Standard Liége, cumpriu 11 jogos com a camisola da equipa portuguesa, que acabou a época num surpreendente quinto lugar.

O Chievo Verona, de Itália, anunciou esta sexta-feira a contratação a título definitivo do futebolista luso-francês Yohan Tavares, que estava no Estoril Praia por empréstimo do Standard Liége, da Bélgica.

Nascido em Tours, França, o defesa central, que foi internacional sub-23 por Portugal, começou a sua carreira profissional no Le Mans B, de França. Em 2008, transferiu-se para o Beira-Mar, ao serviço do qual fez 68 jogos, mudando-se em 2012 para o Standard de Liége.

Na primeira metade da época de 2012/13, jogou ao serviço dos belgas, antes de ser emprestado ao Estoril Praia, para cumprir 11 jogos na equipa que terminou a I Liga na quinta posição, assegurando presença na terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Yohan Tavares parte agora para a primeira experiência em Itália, onde vai jogar numa equipa que terminou a Serie A da época passada na 12.ª posição.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.