Ronaldo diz que "tinha sido mais fácil" não ir ao Mundial

O Bola de Ouro afirmou ao site da FIFA que esteve no Brasil com a seleção porque gosta de "encarar as coisas".

Cristiano Ronaldo reafirmou em entrevista ao site da FIFA que não estava a 100% no Mundial 2014, mas que nem por isso quis esconder-se das suas responsabilidades.

"Podia ter dito ao selecionador que não contasse comigo: tinha ido de férias mais cedo, sem preocupações e tinha sido mais fácil para mim. Assim ninguém tinha falado de mim, mas eu gosto de encarar as coisas", adiantou, explicando que nunca "quis utilizar a lesão como uma desculpa". "Muita gente sabe que estava lesionado e algumas pessoas não querem saber. Mas, sem desculpas: se hoje estou aqui é pelo meu trabalho, pelo meu sacrifício e suor. Deus não dorme: se ganhei a Bola de Ouro é porque fui um dos melhores do ano", sublinhou.

CR7 assume a vontade de jogar "mais cinco, seis ou sete anos", pois sente "como se tivesse 25 anos".

Sobre o seu ponto mais forte enquanto atleta, Ronaldo destacou o aspeto "psicológico". "É ter a ambição de ser sempre melhor. Talvez isso explique o facto de estar há tantos anos ao mais alto nível", assegurou.