Pinto da Costa lembra troféus "sem batota"

O presidente FC Porto garantiu hoje que o clube está preparado para vencer qualquer final, elogiando o trajeto da equipa na Liga Europa de futebol, que chegou a Dublim "sem batota".

"Esta equipa já teve jogos tão complicados em sítios bem difíceis e em situações arriscadas. Está preparada para jogar contra qualquer adversário, em qualquer sítio", sublinhou Pinto da Costa, referindo-se à final de quarta-feira frente ao Sporting de Braga.

À partida para a Irlanda lembrou os êxitos "azuis e brancos" enquanto dirigente: "Estar pela quinta vez numa final - sem contar com Supertaças Europeias e Taças Intercontinentais - sem nunca lá ter chegado com batota, com qualquer golo metido com a mão, mas todos com pés ou cabeça, é evidente que é motivo para grande alegria".

O golo com a mão de Vata que ajudou o Benfica a afastar o Marselha da final da Taça dos Campeões de 1990 foi lembrado pelo presidente portista, que mantém a convicção de que defrontar o Sporting de Braga na final vai ser mais difícil do que reencontrar o rival de Lisboa. "Basta ver o resultado da meia-final. Se foi o Braga que passou é porque foi mais forte. Em teoria é sempre mais difícil jogar com o que passa do que com o que foi eliminado", justificou.

Pinto da Costa viaja para Dublin "tranquilo, com muita confiança e muita esperança" e acredita que este vai ser mais um ano histórico para o FC Porto: "Por aquilo que já fizemos e pelo que esperamos fazer". O dirigente garante que o grupo de trabalho "não precisa de mensagens" suas, pois "cada um no FC Porto sabe o que lhe compete fazer".

Ler mais

Exclusivos