Museu de Ronaldo inaugurado dia 15

O futebolista português Cristiano Ronaldo está na sua terra natal, para descansar, mas também para visitar o local onde conta abrir um museu já no dia 15, para expor, de forma permanente, os troféus individuais conquistados.

O jogador chegou à Madeira em voo particular, às 02:00, acompanhado da mãe, bem como do filho, Cristiano Ronaldo Júnior, e de alguns investidores, não tendo feito quaisquer declarações aos jornalistas que o aguardavam no aeroporto.

Aliás, os três automóveis que o aguardavam entraram diretamente na pista do aeroporto internacional da Madeira e dali saíram em direção ao Funchal, facto que impediu que os jornalistas se aproximassem do extremo do Real Madrid.

Na bagagem, o capitão da seleção portuguesa trouxe os troféus que conta expor no museu, que, segundo disse à agência Lusa fonte próxima do jogador, será visitado por "CR7" hoje de manhã. Já hoje, o seu irmão, Hugo Aveiro, anunciou que a inauguração do museu está prevista para 15 de dezembro.

Além do museu, Ronaldo vai visitar outros locais onde possui investimentos que se encontram em evolução, daí a presença dos empresários que o acompanharam na viagem desde Madrid.

Cristiano Ronaldo vai aproveitar o período de descanso que lhe foi proporcionado pelo seu treinador, Carlo Ancelotti. Apesar de já estar recuperado da lesão que o afastou dos jogos com o Galatasaray (Liga dos Campeões) e Valladolid (liga espanhola), não vai defrontar o Olímpic Xàtiva, no sábado, da Taça do Rei.

Na segunda-feira, ainda em Madrid, o "craque" madeirense confirmou que está recuperado da lesão que o afastou dos últimos jogos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Legalização da canábis, um debate sóbrio 

O debate público em Portugal sobre a legalização da canábis é frequentemente tratado com displicência. Uns arrumam rapidamente o assunto como irrelevante; outros acusam os proponentes de usarem o tema como mera bandeira política. Tais atitudes fazem pouco sentido, por dois motivos. Primeiro, a discussão sobre o enquadramento legal da canábis está hoje em curso em vários pontos do mundo, não faltando bons motivos para tal. Segundo, Portugal tem bons motivos e está em boas condições para fazer esse caminho. Resta saber se há vontade.

Premium

nuno camarneiro

É Natal, é Natal

A criança puxa a mãe pela manga na direcção do corredor dos brinquedos. - Olha, mamã! Anda por aqui, anda! A mãe resiste. - Primeiro vamos ao pão, depois logo se vê... - Mas, oh, mamã! A senhora veste roupas cansadas e sapatos com gelhas e calos, as mãos são de empregada de limpeza ou operária, o rosto é um retrato de tristeza. Olho para o cesto das compras e vejo latas de atum, um quilo de arroz e dois pacotes de leite, tudo de marca branca. A menina deixa-se levar contrariada, os olhos fixados nas cores e nos brilhos que se afastam. - Depois vamos, não vamos, mamã? - Depois logo se vê, filhinha, depois logo se vê...