Moyes admite má época em carta dirigida aos adeptos

A fazer uma época decepcionante, o treinador do Manchester United, David Moyes, escreveu uma carta aberta aos adeptos do clube, em que admite que a temporada está a correr pior do que o esperado.

O técnico dos atuais campeões da Premier League agradece o apoio e diz que está certo de que a equipa voltará a ser forte: "Embora soubesse que este trabalho seria um desafio, a temporada difícil por que passamos não é algo que eu previsse, o que também será o caso dos adeptos", começou por dizer, antes de confidenciar que "os meus jogadores, a equipa técnica e eu estamos desesperados para compensar isso."

O Manchester United ocupa o 7.º lugar da tabela classificativa, a 12 pontos do quarto posto, ocupado pelo Manchester City, último lugar que dá acesso à Liga dos Campeões, neste caso ao "play-off" pré-eliminatória.

Apesar disto, Moyes pede aos adeptos para não desanimarem: "Estão acostumados a ver um Manchester United bem sucedido e o apoio que têm dado aos jogadores e a mim, durante a época, tem sido incrível. Fora de casa, os adeptos que nos acompanharam continuaram a ser os melhores do país, enquanto em Old Trafford a vossa fé inabalável tem si notável e extremamente bem-vinda. Apoiar a vossa equipa quando está a ganhar é fácil, mas é muito mais difícil quando as coisas não estão a correr bem e a lealdade que nos têm demonstrado tem sido magnífica. Tudo por que passámos vai fazer com que sejamos uma equipa melhor e mais forte no futuro. Ao longo dos anos viram grandes equipas vencedoras aqui e, com o tempo, não tenho qualquer dúvida de que veremos aqui grandes equipas vencedoras novamente."

O técnico escocês chegou esta época ao United, proveniente do Everton, onde esteve durante doze temporadas, com a difícil tarefa de substituir Sir Alex Ferguson, o treinador mais bem sucedido da história dos red devils.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.