Mourinho: "Treinei o verdadeiro Ronaldo, não este"

Técnico português valoriza o avançado brasileiro em detrimento do internacional português com quem trabalhou no Real Madrid. E diz que na época passada Florentino Pérez lhe negou a contratação de Gareth Bale

O português José Mourinho, atual treinador do Chelsea, garantiu que tentou contratar o futebolista galês Gareth Bale para o Real Madrid na temporada passada, mas foi-lhe negado, e apelidou o brasileiro Ronaldo, já retirado, como o "verdadeiro".

"Pensei em Bale e pedi-o, mas Florentino [Pérez, presidente do clube] disse que não era o momento ideal para um investimento não grande. No ano passado fizemos muito menos investimento, nem metade do que este ano, mas são momentos diferentes e deixa-me satisfeito que o Madrid possa comprar um jogador fantástico", afirmou Mourinho em entrevista à televisão ESPN.

A imprensa tem anunciado que o Real Madrid está disposto a pagar ao Tottenham cerca de 100 milhões de euros por Gareth Bale, valor que Mourinho considerou enorme, afirmando que "o rapaz terá a pressão de demonstrar que vale esse investimento" sob o comando do novo treinador, Carlo Ancelotti.

Mourinho acredita que Bale teria encaixado bem no "seu" Real Madrid e considera que, a confirmar-se a transferência, o avançado de 24 anos vai ter êxito: "Não sei o que pensa Carlo agora, mas é um técnico experiente e com certeza vai retirar o melhor dele".

Numa abordagem ao início da sua carreira, Mourinho lembrou a sua passagem como adjunto pelo FC Barcelona e disse que então treinou o "verdadeiro Ronaldo, não este", numa referência a Cristiano, o internacional português que alinha no Real Madrid.

"Treinei os melhores jogadores, o verdadeiro Ronaldo, Rivaldo, Figo, Guardiola, grandes futebolistas quando era muito jovem. Não era o primeiro treinador, mas sentia que tinha nas mãos potencial para isso. Depois comecei a minha carreira em 2000 [no Benfica] e quatro anos depois ganhei a minha primeira Liga dos Campeões [com o FC Porto]. Tudo o resto foi consequência disso", sublinhou.

O Chelsea defronta no domingo o Milan, em Nova Iorque, no torneio internacional Champions Cup, e a equipa de Mourinho poderá enfrentar precisamente o Real Madrid na final.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?