Luis Enrique sai do Celta sem confirmar Barça

O ainda treinador do Celta de Vigo, Luis Enrique, anunciou esta sexta-feira que não vai orientar os galegos na próxima temporada, escusando-se a confirmar se vai ou não treinar o Barcelona.

"Creio que cumpri o objetivo pelo qual vim para Vigo. O clube passou por este ano de transição e crescimento na primeira divisão de forma folgada e creio que é chegado o momento de dizer ao clube que não vou continuar", afirmou o treinador, numa conferência de imprensa na qual surgiu acompanhado pelo presidente do Celta, Carlos Mouriño.

O técnico asturiano (natural de Gijón), cuja família ainda reside em Barcelona, assegurou não ter contrato assinado com a formação "culé".

"Não sei onde vou treinar no ano que vem. Não tenho nenhum acordo com ninguém, nem nada que se pareça, ainda que isso vos pareça incrível. Quando vos disse que tudo era especulação, era mesmo, quer tenham acreditado em mim ou não. Nada tenho a temer porque sempre disse a verdade", salientou.

Questionado diretamente sobre se vai substituir o argentino Gerardo "Tata" Martino no banco do Barça, Luis Enrique declarou: "Veremos se no futuro há alguma coisa a anunciar. Agora não há nada de que falar sobre o meu futuro. Para mim, hoje, é um dia triste e não posso comentar coisas antes de estas acontecerem".

O presidente do Celta explicou que o contrato de Luis Enrique permite a sua saída - já que era de uma época com mais uma de opção - e garantiu que as portas do estádio dos Balaídos vão estar sempre abertas para ele no futuro.

Luis Enrique, de 44 anos, jogou no FC Barcelona entre 1996/97 até 2003/04, ao serviço do qual venceu dois campeonatos de Espanha, duas Taças do Rei, uma Taça das Taças europeia e uma Supertaça europeia e treinou a sua formação secundária, entre 2008 e 2011.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Escapar à Síria para voltar à Arménia de onde os avós fugiram

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.