Guiné Equatorial debate possibilidade de organizar a CAN

Segundo a Federação de Futebol da Guiné Equatorial, o presidente da CAF vai na sexta-feira reunir-se com o Chefe de Estado do país para discutir a possibilidade da CAN realizar-se na Guiné Equatorial.

O presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Issa Ayatou, vai debater, na sexta-feira, com o Chefe de Estado da Guiné Equatorial, Obiang Nguema, a organização da Taça das Nações Africanas (CAN) 2015, depois da retirada de Marrocos.

"Issa Hayatou chega na sexta-feira para propor a Obiang Nguema que seja a Guiné Equatorial a organizar a competição", disse David Monsuy, chefe de imprensa da Federação de futebol deste país que passou a ser, desde de julho de 2014, membro de pleno direito da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa).

No entanto, o Ministério dos Desportos da Guiné Equatorial não fez, até ao momento, qualquer comentário sobre a possibilidade do país vir a assumir a organização da CAN2015, depois de o ter feito 2012, em conjunto com o Gabão.

Após ser conhecida a retirada de Marrocos da organização, na terça-feira, o Qatar prontificou-se a dar toda a ajuda que seja solicitada oficialmente para acolher a CAN 2015, programada para se realizar de 17 de janeiro a 8 de fevereiro, assegurou Hamad Ben Khalifa Bem Hamed Al-Thani, presidente da Federação daquele país, ao qual foi atribuída pela FIFA a organização do Mundial 2022.

Exclusivos

Premium

Clássico

Mais de 55 milhões de euros separam plantéis de Benfica e FC Porto

Em relação à época passada, os encarnados ultrapassaram os dragões no que diz respeito à avaliação do plantel. Bruno Lage tem à sua disposição um lote de jogadores avaliado em 310,7 milhões de euros, já Sérgio Conceição tem nas mãos um grupo que vale 255,5 milhões. Neste sábado, no Estádio da Luz, defrontam-se pela primeira vez esta temporada.