CAN mantém-se em janeiro e Marrocos recebe ultimato

A Confederação Africana de Futebol (CAF) mantém as datas previstas para a Taça das Nações Africanas e coloca prazo de cinco dias para Marrocos decidir se organiza a prova ou não.

A Taça das Nações Africanas (CAN) de 2015 não vai ser adiada devido à epidemia de Ébola, devendo disputar-se, como previsto, entre 17 de janeiro e 08 de fevereiro, anunciou esta segunda-feira a Confederação Africana de Futebol (CAF).

Ao mesmo tempo, o organismo deu um prazo de cinco dias, até 8 de novembro, para que Marrocos dê uma resposta definitiva quanto à sua disponibilidade para acolher a prova, depois de ter pedido uma mudança de datas.

Marrocos solicitou o adiamento do torneio com receio de que a concentração de centenas de milhares de adeptos possa contribuir para a disseminação do vírus Ébola, que nos últimos meses causou a morte a quase 5000 pessoas em países da África Ocidental, essencialmente na Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa.

"A CAF confirma as datas do torneio", disse Junior Binyam, diretor de comunicação da CAF, após uma reunião do organismo com os responsáveis marroquinos, em Rabat, indicando que a 11 de novembro haverá um novo encontro na sede da CAF, no Cairo.

Confirmando que a CAF aguarda uma resposta definitiva até 8 de novembro, Mohamed Makrouf, porta-voz da Federação Marroquina de Futebol elencou as opções: Marrocos acolhe o torneio, a CAN realiza-se noutro país ou é cancelada.

"Qualquer mudança de datas seria contrária ao calendário da CAF, que deve seguir o calendário internacional da FIFA", insistiu Binyam.

Ler mais

Exclusivos