Histórico: Samaras qualifica Grécia de Fernando Santos

A Grécia qualificou-se para os oitavos de final do Mundial 2014, pela primeira vez, ao vencer a Costa de Marfim (2-1), num fim de jogo dramático. Samaris marcou de penálti aos 90'+1' e eliminou Drogba e companhia. Nos 'oitavos' a equipa de Fernando Santos vai jogar com a Costa Rica... e pode sonhar!

Fernando Santos resistiu a tudo. Duas lesões nos primeiros 24 minutos, três bolas na trave, um golo sofrido a 15 minutos do fim (e que o eliminava) e ainda a ansiedade de um penálti a favor aos 90'+1'. Mas desta vez a sorte não foi madrasta e não só ganhou o jogo como fez história! A Grécia passou a fase de grupos pela primeira vez.

A seleção grega foi mais atrevida, teve mais coração que a Costa do Marfim e mostrou que sabe jogar futebol do meio campo para a frente. Primeiro Samaris adiantou os gregos, depois Bony empatou e só no período de compensação se fez justiça pelos pés de Samaras.

Num fim de jogo dramático a Grécia celebrou o apuramento para os oitavos de final (vai jogar com a Costa Rica e pode sonhar), coisa que jamais tinha conseguido. E mais, a equipa do treinador português marcou tantos golos à Costa do Marfim como em todos os outros mundiais em que participou: dois.

Filme do jogo:

Acabou. Festa da Grécia, que se apura pela 1.ª vez para os oitavos. Costa do Marfim fica em 3.º do grupo.

90'+ 1'- Grande penalidade para a Grécia. Marcou Samaras.....

- Árbitro manda jogar mais três minutos.

90'- Livre para a Grécia sonhar... não dá em nada.

82'- Sai Gervinho e entra Giovanni Sio.

79'- Bola no poste. Grécia esbarra no ferro pela terceira vez no jogo. Está a faltar um pouco de sorte à equipa de Fernando Santos.

78'- Drogba também sai. Entra Diomandé.

77'- Capitão Karagounis sai esgotado e dá lugar a Gekas.

74'- Bony entra e marca para a Costa do Marfim, após passe milimétrico de Gervinho. Empate (1-1) serve interesses dos africanos.

69'- Serey Die vê o amarelo.

68'- Mais uma bola na barra da baliza da Costa do Marfim. Pontapé do meio da rua da Karagounis a bater na trave.

63'- Cartão amarelo para Kalou por interromper contra ataque grego.

62'- Livre perigoso para a Grécia!

61'- Gervinho, Kalou, Yaya Touré e Drogba tentam travar subida da Grécia, mas não está fácil.

58'- Salpingidis remata para grande defesa de Barry!

56'- Manolas desarma (mais uma vez) Kalou no último instante antes do remate. Que grande jogo está a fazer o centrla grego, que já foi dado como alvo do Benfica e do FC Porto.

53'- Christodoulopoulos arranca em jogada individual, dribla, chuta cruzado e quase amplia para a Grécia!

48'- Gervinho trabalha na entrada da área, serve Tioté que remata de primeira!!! Glykos defendeu.

46'- Grécia entra determinada a fazer história. Remate de Christodoulopoulos com muito perigo a abrir a segunda parte.

Grupo C ao intervalo:

Colômbia - 7 pontos

Grécia - 4 pontos

Costa do Marfim - 3 pontos

Japão - 2 pontos

45'- Intervalo. Grécia vai para o descanso apurada em 2.º lugar do grupo.

44'- Samaris marca o 1.º golo grego no Mundial 2014 ... e o terceiro da história da seleção na prova da FIFA!

42'- Perde de bola infantil de Tioté e Samaris com muita frieza a adiantar a Grécia.

36'- Amarelo para Drogba. Capitão da Costa do Marfim faz corte de carrinho, mas não evita contacto com grego.

33'- Karagounis atirou rasteiro e com perigo, mas a bola saiu um pouco ao lado da baliza.

32'- Grande oportunidade para a Grécia. Holebas faz tremer a barra da baliza da Costa do Marfim. Bola sobra para Samaris que sofre falta. Livre à entrada da área para Karagounis.

- No outro jogo do grupo a Colômbia marcou frente ao Japão.

30'- A Grécia tem arriscado com Salpingidis algumas jogadas pelo lado direito, sobretudo com cruzamentos na área, embora sem grande criatividade. Mas tem mais posse de bola à passagem da meia hora.

24'- Não dá para Karnezis continuar. O guarda-redes grego tem mesmo de ser substituído devido a um problema nas costas. Entra Glykos.

22'- Drogba sem a velocidade de outros tempos não chega a passe perigoso de Gervinho.

- A Grécia já fez uma susbtituição forçada por lesão e a ter de mudar o guardião aos 20 minutos seria um revés grande na estratégia de Fernando Santos.

20'- Karnezis vai manter-se na baliza.

16'- Paragem no jogo para o guarda-redes da Grécia ser assistido...

12'- Oportunidade para a Costa do Marfim com Drogba a aparecer na cara do guarda-redes, que conseguiu chegar primeiro à bola.

11'- Samaris entra para o lugar de Kone.

10'- Kone no relvado agarrado à coxa e a pedir substituição. Primeira contarriedade para Fernando Santos.

6'- Grande corte de Manolas na grande área. Gervinho ia para a baliza.

5'- Drogba tenta o contra-ataque rápido, mas a bola perde-se pela linha...

4'- Livre para a Grécia com a bola a sobrevoar a área e com Drogba a tirar de cabeça... mas o árbitro marca falta de Torosidis.

2' - Cruzamento de Cholevas para Samaras, mas Barry está atento e defende.

1'- Já se joga...

Já há onze oficiais:

Grécia: Karnezis, Torosidis, Sokratis, Maniatis e Holebas; Manoulas, Kone e Karagounios; Lazaro, Salpingidis e Samaras.

Costa do Marfim: Barry, Aurier, Kolo Touré, Bamba e Boka; Tioté, Serey Dié e Yaya Touré; Kalou, Gervinho e Drogba.

A Grécia de Fernando Santos joga tudo esta terça-feira frente à Costa do Marfim, no Estádio Castelão, em Fortaleza. Os comandados de Fernando Santos estão obrigados a bater o conjunto africano para sonharem com o apuramento para os oitavos de final do Mundial 2014, mas dependem também do que acontecer no Arena Pantanal, em Cuiabá.

Isto porque na outra partida do grupo C, em caso de vitória do Japão sobre a Colômbia (já qualificada), só uma vitória muito expressiva dos helénicos selará a passagem à próxima fase. Na prática, um triunfo por 1-0 dos nipónicos (que passariam a ter quatro pontos) sobre os cafeteros, de James Rodríguez, Juan Quintero e Jackson Martínez, forçaria a Grécia a vencer por 3-0 para ficar com melhor goal-average e dizer "presente" no que aos "oitavos" diz respeito.

As contas para a Costa do Marfim, orientada pelo francês Sabri Lamouchi, são bem mais simples. A vitória sela automaticamente o apuramento e um empate também pode servir, desde que o Japão não ganhe por dois ou mais golos de diferença.

Refira-se ainda que a formação treinadar por Fernando Santos ainda não marcou desde que chegou ao Brasil e as estatísticas de mundiais não jogam a seu favor. Nas duas participações em mundiais (1994 e 2010), a Grécia caiu sempre na fase de grupos e só venceu um em oito jogos disputados.

Para o encontro decisivo, o capitão Katsouranis é uma carta fora do baralho para Fernando Santos, uma vez que o antigo médio do Benfica foi expulso frente ao Japão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG