"Gostava de ter ouvido outras palavras de Mourinho"

O defesa espanhol confessou que não gostou da forma como o treinador português lhe falou após a vitória sobre o Manchester United na Liga dos Campeões.

Sergio Ramos concedeu uma entrevista à radio espanhola Cadena COPE e nela abordou os principais pontos da sua vida no Real Madrid e na seleção espanhola, uma vez que está prestes a completar a 100.ª internacionalização, tendo abordado naturalmente o futuro de José Mourinho e a sua relação com o técnico português.

"Não sei se vai continuar", atirou o defesa de 26 anos, que referiu, comparando os técnicos, nunca ter discutido com o selecionador do país vizinho, Vicente Del Bosque, ao contrário do que já sucedeu com Mourinho.

"Luis Aragonés e José Mourinho impõem respeito porque são sábios do futebol, reúnem enciclopédias do nosso mundo e é uma alegria trabalhar com eles. Não tenho medo algum, mas respeito-os ao máximo. São ganhadores natos, quando têm de exigir são muito sérios, mas também têm o seu lado mais humano", atirou o sub-capitão dos merengues.

Ramos disse que a sua relação com El Especial continua a ser saudável e sublinhou que "os problemas de uma família se resolvem dentro de portas". "A nossa relação não está deteriorada, é profissional e boa em todos os sentidos. Seria muito feio arranjar polémicas neste momento tão importante da temporada", frisando ainda: "Gostaria que depois de termos ganho ao Manchester United [na segunda mão dos oitavos definal da Liga dos Campeões] as palavras do treinador tivessem sido outras."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG