Equador triunfa, Argentina empata e Colômbia perde

Os equatorianos subiram ao 2.º lugar da zona de qualificação sul-americana, graças à derrota dos cafeteros diante da Venezuela. A alviceleste jogou em Laz Paz, 3 600 metros acima do nível do mar, e não teve vida fácil.

O Equador ascendeu esta terça-feira ao segundo lugar da zona sul-americana de qualificação para o Mundial 2014, ao bater o 'lanterna vermelha' Paraguai por 4-1, em Quito.

Os paraguaios, sem os benfiquistas Óscar Cardozo e Melgarejo, ambos lesionados, marcaram primeiro, aos 15 minutos, por Luis Caballero, mas os locais chegaram ao empate ainda na primeira parte, aos 38, pelo ex-leão Felipe Caicedo.

A segunda parte pertenceu a Jefferson Montero, que marcou dois golos, aos 50 e 75 minutos, e, pelo meio, aos 54, fez a assistência para Cristian Benítez faturar: aos 84, foi substituído por Renato Ibarra, para uma justa ovação.

Com este triunfo, os equatorianos, que recentemente bateram Portugal por 3-2, num particular realizado em Guimarães, passaram a contar 20 pontos, em 10 encontros, contra 19 da Colômbia, agora terceira, que perdeu diante da Venezuela por 1-0. O portista James Rodríguez foi titular, enquanto Jackson Martínez nem saiu do banco.

Em primeiro lugar, segue a Argentina, que deu mais um passo rumo ao Brasil 2014, ao empatar 1-1 na Bolívia, no seu 11.º encontro na fase de qualificação.

Em La Paz, 3 600 metros acima do nível do mar, os anfitriões, que precisavam de vencer para se manterem na corrida, marcaram primeiro, por Marcelo Moreno, aos 25 minutos, mas, aos 44, Ever Banega restabeleceu a igualdade.

Na segunda parte, as duas equipas tiveram várias ocasiões para chegar ao golo do triunfo, sendo que, aos 84 minutos, Lionel Messi conseguiu isolar-se, mas rematou contra o guarda-redes Sergio Galarza.

Messi foi, juntamente com o guarda-redes Romero e o seu companheiro de equipa no Barcelona Javier Mascherano, um dos únicos três jogadores que repetiram a titularidade em relação à receção de sexta-feira à Venezuela (3-0).

De fora, entre outros, ficaram os defesas Ezequiel Garay (Benfica) e Marcos Rojo (Sporting), que não saíram do banco de suplentes.

Atrás de Argentina (24 pontos, em 11 jogos), Equador (20, em 10) e Colômbia (19, em nove), segue, no quarto e último lugar de acesso direto ao Mundial2014, o Uruguai (13, em 10), que visita o Chile, sexto (12, em 10).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG