É oficial: Togo deixa a CAN 2010

Na sequência do atentado sofrido pela sua comitiva, na sexta-feira, ao entrar em Cabinda, a selecção do Togo abandonou hoje, oficialmente, a CAN 2010 (Taça das Nações Africanas, em futebol).

"Já partiu um autocarro para o aeroporto, para repatriar a equipa do Togo e os dois cadáveres", declarou à agência AFP um porta-voz da Confederação Africana de Futebol.

O abandono da selecção do Togo acontece depois de esta ter sido alvo de um atentado sexta-feira em Cabinda, quando os veículos em que se fazia transportar foram atacados, a tiros de metralhadora, por guerrilheiros da Frente para a Libertação do Enclave de Cabinda. O ataque causou a morte ao condutor do autocarro, de origem angolana, e a dois membros da delegação togolesa, tendo outros seis ficado feridos -  entre os quais o guarda-redes suplente da equipa, Kodjovi Kadja Obilale, que está internado em estado grave na África do Sul.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG