Dinheiro dos direitos televisivos vai fazer disparar salários dos jogadores de futebol

Novos contratos de TV em Inglaterra vão aumentar as receitas em 70%, com praticamente todos os emblemas a receberem mais do que Barcelona e Real Madrid.

Barcelona e Real Madrid, de Espanha, são os clubes que mais recebem em direitos televisivos, na ordem dos 150 milhões de euros por temporada. Essa realidade, contudo, tem os dias contados. Com a renegociação dos direitos de transmissão do campeonato inglês, vendidos à Sky Sports e à BT Sport, que renderam 6,9 mil milhões de euros para as próximas três temporadas, os dois emblemas espanhóis poderão apenas conseguir rivalizar neste campo com os clubes que subirem da II Divisão inglesa na época 2016/2017. Esta injeção de milhões torna mais fácil a qualquer emblema do principal escalão inglês garantir verdadeiros craques.

Na última distribuição dos direitos de TV em Inglaterra, o Cardiff, proveniente da II Liga, foi a equipa que menos recebeu - 74 milhões de euros por cada temporada. O novo acordo, contudo, vai injetar mais 70% em cada clube. Se esta nova redistribuição fosse válida já esta temporada, o Cardiff teria recebido cerca de 125 milhões, ou seja, apenas menos 25 milhões que Barça e Real.

E se pensarmos nestes valores para clubes como o Liverpool, Manchester United, Manchester City, Arsenal e Chelsea, catalães e merengues ficarão ainda mais atrás - o Liverpool é o clube que mais tem recebido em Inglaterra, com um total de 116 milhões na última distribuição, sendo que deverá passar para perto dos 200 milhões em 2016.

Leia mais na edição impressa e no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG