Costa Rica vence Itália, apura-se e "afasta" Inglaterra

Costa Rica consegue apuramento histórico no "grupo da morte", ao bater a Itália por 1-0. Inglaterra já está afastada dos "oitavos", italianos vão discutir segunda vaga com o Uruguai.

A Costa Rica assinou, nesta sexta-feira, o seu mais brilhante capítulo na história dos Mundiais, ao garantir o apuramento para os oitavos-de-final e o primeiro lugar do Grupo D. Depois de terem batido o Uruguai, por 3-1, os costa-riquenhos voltaram a vergar uma ex-campeã do Mundo, desta vez a Itália, por 1-0.

Inicialmente apontada como "presa fácil" no "grupo da morte", a Costa Rica surpreendeu o Brasil e o Mundo, ao vencer um jogo no qual até foi severamente prejudicada pela arbitragem, com um penálti descarado por marcar sobre Joel Campbell (43'). Um minuto depois, no entanto, a festa foi costa-riquenha.

Ao cruzamento de Júnior Diáz Bryan Ruiz respondeu com uma cabeçada vitoriosa, antes do intervalo, ao fazer a bola bater na trave e entrar na baliza por centímetros - golo foi confirmado pelo "olho de falcão". O guardião Keylor Navas, desejado pelo FC Porto, foi intransponível diante de Balotelli e companhia e a Itália não conseguiu evitar a derrota.

A Inglaterra está, assim, matematicamente afastada dos "oitavos", enquanto Itália e Uruguai vão discutir, entre si, o apuramento, no dia 24 de junho, às 17.00. Por ter melhor diferença de golos, a Itália só necessita de um empate para se apurar, enquanto o Uruguai só seguirá para os "oitavos" se vencer.

A Costa Rica conseguiu a sua quinta vitória em Mundiais e o segundo apuramento para os "oitavos", depois de o ter alcançado em 1990. No entanto, na altura a qualificação, numa prova com apenas 24 equipas, foi alcançada com triunfos diante de Escócia e Suécia. Desta vez, a proeza foi obtida com vitórias contra duas candidatas ao título.

Filme do jogo:

90+4' Final do jogo! A Costa Rica está nos oitavos-de-final do Mundial 2014! A Inglaterra está matematicamente eliminada, enquanto Itália e Uruguai vão discutir o apuramento na última jornada (basta um empate aos italianos, enquanto os sul-americanos estão obrigados a vencer).

90' Jogam-se os quatro minutos de "descontos". A Costa Rica está quase a fazer história...

81' Substituição na Costa Rica. Saiu Bryan Ruiz e entrou Randall Brenes.

76' Nesta partida já foram assinalados 13 foras-de-jogo, dos quais dez à Itália. Número atípico em Mundiais. As duas equipas somam 21 ataques e oito remates cada. A Itália tem maior percentagem de posse de bola (55%).

74' Substituição na Costa Rica. Saiu Campbell e entrou Marco Ureña.

72' Cartão amarelo para Cubero, o primeiro para a Costa Rica.

71' Substituição na Costa Rica. Saiu Tejeda e entrou José Cubero.

70' Substituição na Itália. Saiu Marchisio e entrou Alessio Cerci.

69' Cartão amarelo para Balotelli, o primeiro na partida.

65' A Costa Rica conserva a vantagem tangencial e os adeptos gritam "olé!" na bancada. Um pouco cedo para isso, pois a Itália está a dominar toda a segunda parte.

57' Substituição na Itália. Saiu Candreva e entrou Lorenzo Insigne.

55' Itália pressiona em busca do empate, tendo já forçado Navas a uma excelente defesa, a remate de Darmian (51').

46' Começa a segunda parte. A Itália fez uma alteração, com a saída do médio Motta e a entrada do avançado Cassano.

45+2' Intervalo no Recife, com a Costa Rica em vantagem no marcador, golo de Bryan Ruiz.

44' GOLO DA COSTA RICA! BRYAN RUIZ FAZ O 0-1! Fez-se justiça na Arena Pernambuco! Cruzamento de Júnior Díaz para o segundo poste, onde Bryan Ruiz apareceu para, de cabeça, fazer a bola bater na trave e cruzar a linha de golo. Golo confirmado pelo "olho de falcão", pois a bola entrou e saiu da baliza.

43' Penálti por marcar contra a Itália. Joel Campbell deixou para trás toda a defesa italiana e entrou na grande área; quando se preparava para rematar, foi derrubado por Chiellini. Toda a gente viu que era penálti, menos o senhor árbitro.

40' Período de maior intensidade na partida, com Navas a negar o golo a Balotelli (32') e Buffon a impedir que Bolanos inaugurasse o marcador (36') e a fazer nova defesa a remate de Ruiz (39'). Estatisticamente, a Costa Rica tem 49% de posse de bola e oito ataques perigosos, contra quatro da Itália; os italianos remataram quatro vezes, à imagem dos costa-riquenhos.

31' A primeira grande ocasião de golo na partida surge à passagem da meia hora: Pirlo isolou Balotelli e o avançado fez o "chapéu" a Keylor Navas, mas a bola saiu um pouco ao lado do alvo.

27' Momento para assinalar o primeiro remate da Itália na partida, aos 27 minutos, por Thiago Motta. Pouco, muito pouco futebol por parte dos pupilos de Prandelli até ao momento.

20' Jogo com pouca intensidade até ao momento, mas com a Costa Rica à procura do golo. Balotelli é o único jogador capaz de acrescentar velocidade e capacidade de "explosão" à manobra ofensiva italiana, mas a bola não está a chegar ao avançado.

10' Costa Rica melhor nos primeiros dez minutos, com 60% de posse de bola e dois remates (um à baliza). A Itália ainda não tentou bater Keylor Navas, guarda-redes desejado pelo FC Porto.

1' O chileno Enrique Osses apita para o início do jogo! Bola para a Itália.

ITÁLIA: Buffon; Abate, Matteo Darmian, Chiellini, Barzagli; Thiago Motta, Pirlo, De Rossi; Candreva, Marchisio e Mario Balotelli.

COSTA RICA: Keylor Navas; Geancarlo González, Michael Umanã, Óscar Duarte, Júnio Diárez; Cristan Gamboa, Celsoa Borge, Christian Bolaños, Tejeda; Bryan Ruiz e Joel Campbell.

Itália e Costa Rica encerram nesta sexta-feira (17.00) a segunda jornada do Grupo D do Mundial 2014, que poderá conhecer o primeiro apurado para os "oitavos".

As duas equipas somam três pontos cada, mas só a Costa Rica se pode apurar já para os "oitavos". Para tal, terá que vencer a Itália, que conta com o regresso de Buffon à titularidade.

Caso a Itália vença, ainda não estará apurada, pois na última jornada Uruguai e Costa Rica poderão apurar-se caso vençam os transalpinos e a Inglaterra, respetivamente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG