Blatter proibido de sair da Suíça e ouvido pela polícia

Enquanto decorrerem as investigações presidente da FIFA não pode abandonar o país helvético

O presidente da FIFA Sepp Blatter está proibido de abandonar a Suíça enquanto estiverem a decorrer as investigações de corrupção naquele organismo, revela esta quinta-feira o jornal inglês Daily Mail, salientando mesmo que o candidato a novo mandato até anulou um ato público no exterior e que deverá ser ouvido ainda esta quinta-feira pela polícia.

O diário inglês salienta também que o ministério da Justiça dos Estados Unidos, em cooperação com a polícia da Suíça e do FBI, ainda não deram o presidente da FIFA como inocente, salientando mesmo que "a corda começa a esticar-se" e que a qualquer momento novos membros do órgão máximo do futebol mundial poderão também ser presos.

Joseph Blatter, entretanto, esteve reunido esta manhã com representantes das seis confederações de futebol para debater este escândalo. Mas até ao momento ainda não foram dadas informações sobre o encontro.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG