Biografia polémica de Robert Enke

Quase um ano depois da morte de Robert Enke, a 10 de Novembro de 2009, uma biografia do antigo guarda-redes do Benfica avança com os motivos que o terão conduzido ao suicídio.

A obra Robert Enke, Uma Vida demasiado Curta foi escrita pelo jornalista alemão Ronald Reng. O autor conhecia o guarda-redes desde 2002 e ambos tinham programado lançar um livro sobre Enke em 2015, no final da carreira do jogador alemão. Após a morte de Enke, Reng decidiu utilizar a agenda do futebolista, em que este revelava o seu estado de alma, para escrever o livro. Segundo a obra, o ex-guardião da Alemanha não tinha vontade de levantar-se da cama, sofria de cansaço crónico e falta de energia. O jogador não conseguiu superar a morte da filha Lara, de dois anos, mesmo após ter adoptado Leila, e, por isso, decidiu suicidar-se. O livro está a motivar polémica por revelar essa intimidade.

Exclusivos

Premium

Contramão na autoestrada

Concessionárias querem mais formação para condutores idosos

Os episódios de condução em sentido contrário nas autoestradas são uma realidade recorrente e preocupante. A maioria envolve pessoas idosas. O tema é sensível. Soluções mais radicais, como uma idade para deixar de conduzir, avaliação médica em centros específicos, não são consensuais. As concessionárias das autoestradas defendem "mais formação" para os condutores acima dos 70 anos.