Alex Ferguson admite que Rooney quer sair

Treinador diz que a vontade do avançado o deixou "chocado e desiludido" e nega desentendimentos entre os dois 

O técnico do Manchester United, o escocês Alex Ferguson, confirmou esta terça-feira que o avançado Wayne Rooney pediu para abandonar o clube e admitiu estar "chocado e desiludido" com a decisão do jogador inglês.
"Estamos tão confusos como todas as outras pessoas. Não entendemos por que razão ele quer sair. Estou chocado e desiludido", afirmou Ferguson em conferência de imprensa, confirmado assim as notícias publicadas por vários jornais ingleses, que davam conta do desejo de Rooney deixar de jogar em Old Trafford.
No entanto, o técnico escocês negou que tenha tido algum problema com o internacional inglês, uma das figuras do clube de Manchester e que termina contrato em 2012.
"Sinto que tenho de manter a porta aberta para ele, especialmente sendo ele tão bom jogador. Não fizemos mais nada sem ser ajudá-lo desde que ele chegou ao clube", referiu.
Na última jornada da Liga inglesa, Rooney iniciou o encontro frente ao West Bromwich Albion, que acabou num empate (2-2), no banco de suplentes e nesta quarta feira vai falhar a recepção aos turcos do Bursaspor, na terceira jornada da "Champions", devido a lesão.
Wayne Rooney foi contratado em 2004 ao Everton, quando tinha apenas 18 anos, por 25 milhões de libras (cerca de 40 milhões de euros), um montante que foi na altura um recorde mundial para um jogador abaixo dos 20 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG