Adepto de 18 anos denunciou expulsão de Nani à polícia

Um jovem adepto do Manchester United telefonou à polícia depois de Nani ter sido expulso frente ao Real Madrid, alegando estar a denunciar um "crime".

"Estou? Boa noite. Quero reportar um crime. O Nani foi expulso." Parece insólito, mas foram estes os motivos que levaram um jovem adepto de 18 anos do Manchester United a telefonar à polícia na noite de terça-feira.

Depois de o português Nani ter sido expulso durante o Manchester United-Real Madrid, numa altura em que os ingleses estavam a vencer o jogo e a eliminatória, um jovem adepto que estava a assistir ao jogo pela televisão decidiu telefonar para o 999, a fim de denunciar a arbitragem do turco Cüneyt Çakir, alegando que a expulsão de Nani era um "crime" que merecia ser investigado.

A chamada foi registada às 21.20 numa aldeia perto de Bingham, Nottinghamshire, e motivou o inspetor-chefe Ted Antill a apelar ao fim deste tipo de "brincadeiras", uma vez que "desperdiçam o tempo da polícia e fazem com que as autoridades se afastem de vítimas genuínas de crimes". "Neste caso, o indivíduo percebeu que errou, pediu desculpa e decidimos que não tomaremos em conta esta denúncia", esclareceu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG