Fiorentina vence o Inter de Milão num festival de golos

A equipa orientado pelo português Paulo Sousa recebeu e venceu o Inter, num jogo marcado pela quantidade de golos anormal (5-4)

A Fiorentina, de Paulo Sousa, e o Inter de Milão protagonizaram este sábado um festival de golos, com a equipa do treinador português a impor-se por 5-4 para voltar às vitórias na liga italiana de futebol.

Depois de dois jogos sem ganhar, a equipa treinada por Paulo Sousa viveu uma noite emocionante no estádio Artemio Franchi, recuperando de uma desvantagem de 1-2 no jogo da 33.ª jornada para, mesmo desperdiçando uma grande penalidade, conseguir um triunfo que lhe permite aproximar-se do sétimo lugar dos milaneses.

Matías Vecino fez o primeiro para a formação da casa, aos 23 minutos, mas 11 minutos depois já o Inter estava na dianteira, graças aos golos de Ivan Perisic (28) e Mauro Icardi (34), que foi assistido pelo português João Mário.

A passagem pelos balneários fez bem aos pupilos de Paulo Sousa, que procuraram afincadamente o golo do empate, que chegou pelos pés de Davide Astori, aos 62, já depois do guarda-redes Samir Handanovic ter defendido uma grande penalidade chutada por Federico Bernardeschi (52).

15 minutos bastaram para a Fiorentina construir o triunfo: Vecino 'bisou' aos 64 e Babacar 'imitou-o', marcando aos 70 e 79.

Com o triunfo na mão, os homens da casa relaxaram e permitiram que o Inter, através de Icardi, que festejou um 'hat-trick' (88 e 90+1), evitasse a goleada, mas não um registo histórico: há 56 anos que os 'nerazzurri' não sofriam cinco golos na qualidade de visitantes.

Os três pontos permitiram à Fiorentina, que agora soma 55 pontos, reduzir para apenas um a diferença para o seu adversário de hoje, que ocupa o sétimo lugar.

Antes de Fiorentina e Inter entrarem em campo para o jogo da 33.ª jornada, já o Atalanta tinha agarrado, à condição, o quarto lugar da Liga italiana, graças à vitória frente ao Bolonha, por 3-2.

Os homens da casa enfrentaram mais dificuldades do que as esperadas para vencer o 15.º classificado, mas acabaram por garantir os três pontos que lhes permitiram ultrapassar, provisoriamente, a Lazio.

Aos 14 minutos, o Atalanta parecia ter o triunfo no bolso, depois de Andrea Conti ter inaugurado o marcador aos três minutos e de Remo Freuler ter feito o segundo.

Mas as contas da equipa da casa complicaram-se, quando Federico Di Francesco empatou, aos 61, já depois de Mattia Destro ter feito o primeiro, logo aos 16.

Foi o defesa Mattia Caldara a resolver o 'problema' do Atalanta, com um golo, nascido de uma assistência do ex-Benfica Cristante, aos 75 minutos.

O Atalanta tem agora 63 pontos, mais dois do que Lazio, que no domingo recebe o Palermo, e está a 17 da líder Juventus.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG