Um projeto de 150 milhões para resgatar o título

Casillas, Maxi Pereira e Imbula representam uma nova face do Dragão: mais cara, mais experiente e não menos exigente.

O futuro é hoje. Bem poderia ser este o lema do FC Porto para a temporada 2015-16. Após duas épocas em que o saldo de títulos se resumiu à Supertaça Cândido de Oliveira de 2013 (e durante as quais o Benfica, por sua vez, ganhou seis troféus), os dragões vão reforçar a aposta num plantel caro para a próxima temporada, mas desta vez com experiência acrescida.

Maxi Pereira e Iker Casillas, de 31 e 34 anos, respetivamente, são duas das mais surpreendentes contratações do defeso e vão implicar um elevado investimento por parte do FC Porto. O ex-lateral do Benfica, cuja contratação ainda carece de confirmação oficial - o que poderá acontecer hoje -, tem à sua espera um contrato que custará à SAD portista quatro milhões de euros por temporada, enquanto Iker Casillas tornar-se-á o jogador mais bem pago da história do clube: cinco milhões de euros por ano.

Saiba mais pormenores na edição impressa ou e-paper do DN.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG