Treinador é réu, mas jogadores não escapam

Jaime Magalhães, Jorge Amaral e Derlei, ex-jogadores dos dragões, falam do desastre na Champions

O FC Porto perdeu com o Dínamo de Kiev, no Dragão, para a Liga dos Campeões e poderá ter comprometido o apuramento para os oitavos-de-final da prova milionária - terá de vencer o Chelsea em Stamford Bridge, pois muito dificilmente o Maccabi conseguirá uma surpresa na Ucrânia. As críticas ao trabalho de Julen Lopetegui subiram de tom, mas também os jogadores não escapam aos adeptos portistas, que esperavam mais de algumas das estrelas da equipa.

"Quando se perde o treinador leva sempre com quase todas as culpas. É verdade que não esteve bem em algumas decisões, sobretudo ao deixar André André no banco, mas houve jogadores que não estiveram bem, casos do Brahimi e do Tello, que foram duas peças nulas. Quem sofreu com isso foi o Aboubakar, pois a bola nunca chegou à frente em condições. Mas desde o ponta-de-lança até ao Casillas ninguém esteve bem", disse Jaime Magalhães ao DN.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG