"Quando vemos FC Porto a jogar, eles fazem tudo bem"

Para Guardiola, o FC Porto merece não só respeito como admiração. E um nome ganhou destaque no discurso do técnico catalão: Pinto da Costa.

O treinador do Barcelona desfez-se em menções elogiosas ao campeão nacional, na conferência de imprensa de antevisão da Supertaça Europeia, e encontra no rival de amanhã muitas semelhanças de filosofia com o próprio Barça.

"Estou mto satisfeito com o meu plantel. Não posso exigir mais aos meus dirigentes, pois isso seria uma falta de respeito para com os meus colegas e os meus jogadores. Mas o jogadores do FC Porto são todos muito bons. O senhor Pinto da Costa consegue colocá-los todos no mercado a cada ano e todos os querem. Helton, Sapunaru, Guarin, Rolando, Hulk, Varela, todos", referiu Guardiola para ilustrar que está bem documentado sobre o valor do adversáro. "O FC Porto é a equipa que mais titulos ganhou nos ultimos anos e isso mostra a sua força", continuou o técnico, para quem "o FC Porto é uma equipa muito forte, muito física". "Olhem para os números. Falam por si próprios. Quando vemos FC Porto a jogar, eles fazem tudo bem", exclamou Pep.

Guardiola falou dos dragões com entusiasmo. Não quer deixar passar uma ideia de facilidades, apesar da imprensa espanhola ainda estar mais interessada na polémica com o Real Madrid por causa dos incidentes da Supertaça espanhola. Pep foi cortando para canto essas questões. E expandiu-se sempre quando o tema foi FC Porto. "É uma equipa que te vem buscar, não fica à tua espera, vem buscar-te com muita intensidade. E depois sabem todos jogar muito bem futebol. Conseguiram seis grandes títulos, ganharam quase todas as últimas ligas portuguesas. Trocaram de treinador, jogadores e continuam a ganhar. Ganharam liga portuguesa na época passada sem perder qualquer jogo, é importante notar. Pinto da Costa sabe escolher bem os seus jogadores", repetiu.

Na época passada, André Villas-Boas admitiu que Guardiola e o Barça eram fonte de inspiração para o futebol portista. Agora, com Vítor Pereira no lugar do ex-chefe de equipa, Pep Guardiola acredita que não mudou muita coisa. "Continuam a jogar de forma semelhante, Vítor Pereira era adjunto de Villas-Boas, há uma continuidade embora possa haver claro um toque pessoal. Mas FC Porto joga assim há vários anos, independentemente de mudarem jogadores ou treinadores. Nesse aspecto são como o Barça, onde também não interessa quem seja o treinador ou os jogadores, joga-se sempre da mesma forma", relativizou, desejando ainda "muita sorte a Villas-Boas nessa tarefa gigantesca que é o Chelsea".

De resto, até Sapunaru mereceu uma análise elogiosa do técnico do Barça, após pergunta de um jornalista do romeno, na conferência de imprensa no Forum Grimaldi, no Monaco: "Sapunaru é um lateral direito que joga sempre de forma séria, muito físico, fique com boa impressão pelos vídeos que vi dele."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG