Pinto da Costa: "Só duas nádegas?"

Presidente do FC Porto reage às insólitas declarações de Bruno de Carvalho e assegura que os dragões não estão "obrigados" a vender nenhum jogador.

O presidente do FC Porto afirmou nesta quarta-feira que o clube "não está obrigado a vender jogadores", apesar de ainda não ter garantido o acesso à Liga dos Campeões, e que só o fará se "quiser".

"O FC Porto só tem que vender se quiser vender. Se não quiser vender, felizmente não é obrigado a isso. Se quisesse ter vendido já tinha vendido a equipa toda e não queremos", afirmou Pinto da Costa aos jornalistas, naquele foi a única "exceção" para falar de futebol, antes de um jantar com alguns deputados na Assembleia da República, todos adeptos portistas.

O presidente do FC Porto voltou a mostrar-se "muito satisfeito" com os resultados do último empréstimo obrigacionista, conhecidos nesta quarta-feira, e em que a SAD encaixou 20 milhões de euros.

"Bateu todos os recordes possíveis tanto em número de subscritores como em valor e com uma procura 13 vezes superior à oferta. Nem é pelo dinheiro, é pela prova de confiança que o público depositou numa operação do FC Porto. Acredita que quando fazemos as coisas são para cumprir", referiu.

Pinto da Costa reagiu, ainda, às insólitas declarações de Bruno de Carvalho, que comparou o futebol português ao funcionamento de um "ânus" com "duas nádegas".

"Só duas?", reagiu Pinto da Costa, às gargalhadas, num momento de boa disposição. "Não as ouvi [as declarações], não sei o que o presidente do Sporting disse. Da minha parte não terá qualquer resposta", vincou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG