Petardos e um polícia ferido na chegada ao Dragão

(COM VÍDEO) Cerca de 200 adeptos do FC Porto exigem a demissão de Paulo Fonseca, num clima de forte contestação junto ao Estádio do Dragão.

Insultos, petardos e um polícia ferido. A comitiva do FC Porto encontrou, junto ao Estádio do Dragão, um clima de grande hostilidade, após a derrota por 1-0 frente à Académica, em Coimbra, onde os dragões não perdiam há quase 43 anos na I Liga.

Cerca de 200 adeptos portistas aguardaram o autocarro, sendo que foram rebentados dois petardos junto ao mesmo. Apesar do cordão de segurança, alguns adeptos aproximaram-se mesmo do autocarro, tendo batido no veículo enquanto protestavam. Um agente da PSP ficou mesmo ferido ao ser atingido na face por uma tocha.

Gritos de ordem como "vocês são uma vergonha", "joguem à bola" e outros com termos aqui irreproduzíveis foram constantes, dirigidos aos jogadores e, sobretudo, a Paulo Fonseca.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub