João Pedro é o primeiro reforço para Sérgio Conceição

O defesa-direito do Palmeiras vai assinar por cinco temporadas, com os dragões a pagarem cerca de cinco milhões de euros

O defesa-direito João Pedro é o primeiro reforço do FC Porto para a próxima época. O internacional sub-20 brasileiro vai assinar contrato válido por cinco temporadas, com os dragões a pagarem ao Palmeiras, clube que detém os direitos desportivos do jogador, uma verba a rondar os cinco milhões de euros.

Veja aqui João Pedro em ação:

Com a contratação de João Pedro, de 21 anos, o FC Porto procura colmatar as saídas de Ricardo Pereira já transferido para o Leicester, por 20 milhões de euros, e de Diogo Dalot, que está em vias de concluir a sua mudança para o Manchester United. Isto numa altura em que ainda não é certo que Maxi Pereira permaneça às ordens do treinador Sérgio Conceição, uma vez que o internacional uruguaio se encontra em final de contrato com o FC Porto, havendo no entanto vontade do jogador em permanecer no clube.

João Pedro é uma das grandes promessas do futebol brasileiro, tendo-se estreado em 2014 na equipa principal do Palmeiras, onde fez toda a formação, com apenas 17 anos, numa altura em que o clube paulista teve de recorrer às suas camadas jovens por causa da crise financeira que atravessava. Em 2015, foi uma das figuras da seleção brasileira de sub-20 no Campeonato do Mundo da categoria, disputado na Nova Zelândia, no qual os canarinhos foram derrotados na final com a Sérvia.

Manchester United recusado em 2015

Curiosamente, após ter disputado esse Mundial o Palmeiras recusou uma proposta de quatro milhões de euros proveniente do Manchester United. Contudo, João Pedro, que também era utilizado como ala direito, começou a perder espaço no clube de São Paulo, razão pela qual em 2017 foi emprestado à Chapecoense, estando desde janeiro deste ano cedido ao Bahia, onde fez apenas 16 dos 33 jogos da equipa nas diversas competições em que disputou, entre as quais a Copa Sudamericana e o Brasileirão.

No FC Porto, João Pedro terá a primeira oportunidade na Europa, devendo ser oficializado nas próximas horas, depois de concluídos os exames médicos.

Ler mais

Exclusivos