'Jackshow' Martínez e James arrasam em festival portista

Colombianos assinam quatro dos cinco golos com que o FC Porto derrotou o Marítimo, no regresso provisório à liderança da Liga. Noite de novos recordes e três brasileiros lesionados no Dragão.

O FC Porto reassumiu esta sexta-feira a liderança da Liga portuguesa, à condição, após ter goleado o Marítimo no Estádio do Dragão, por 5-0, no jogo inaugural da oitava jornada. Os dragões não tiveram dificuldades em superar um Marítimo que só resistiu três minutos, altura em que a orquestra do meio-campo portista, com Moutinho, Lucho González e James Rodríguez a exibirem-se a grande nível, começou a dar música aos adeptos ao ritmo da eficácia de 'Cha Cha Cha'.

Jackson Martínez deixou o Marítimo, literalmente, feito num "oito", ao assinar o primeiro "bis" no campeonato, tendo faturado pela sétima jornada consecutiva, a melhor série em 11 anos, e superado os registos de Falcao, Lisandro López e Hulk. Com oito golos em sete jornadas, Jackson Martínez, o melhor marcador do campeonato, já só tem pela frente os registos dos brasileiros Pena e Jardel, que marcaram durante nove rondas consecutivas. Esta foi, de resto, uma má noite para ser brasileiro no Dragão, porque Maicon, Fernando e Helton saíram lesionados. Mas foi uma ótima noite para ser colombiano.

O primeiro golo de Jackson Martínez, apontado aos três minutos de jogo, foi uma verdadeira obra prima do meio-campo portista, com o último passe a pertencer a James Rodríguez, numa jogada sempre ao primeiro toque. Um golo à Barcelona, mas o 'tiki taka' do FC Porto encontrou um atalho. Numa primeira parte onde "não houve" Marítimo - nem, praticamente, em todo jogo -, Fernando e Maicon já não estavam em campo quando o FC Porto assistiu a uma pequena "reencarnação" de Hulk. Desta vez, porém, a baliza adversária foi fuzilada com o pé direito: Silvestre Varela passou por dois jogadores e, a 25 metros da baliza, atirou um "míssil" à gaveta e deixou o Marítimo "KO".

Esperava-se uma reação do Marítimo - com qualidade para muito mais - na segunda parte, mas os pupilos de Pedro Martins acabaram atropelados e aliviados apenas pelo apito final de Cosme Machado, uma vez que o FC Porto ainda ameaçou superar a maior goleada obtida desde outubro de 2011 (também 5-0, mas ao Nacional), mas ficou-se pela maior em 17 anos ante o Marítimo. Jackson Martínez, que até começou por desperdiçar uma grande oportunidade no segundo tempo, aproveitou mais um grande passe de João Moutinho (fez a melhor exibição da época) para voltar a ultrapassar Ricardo Ferreira e encostar para o fundo das redes, outra vez com o pé esquerdo (59').

O resto foi uma mera consequência da superioridade portista e, sobretudo, de mais um recital de James Rodríguez (a pisar muitas vezes a zona central, muito graças à profundidade oferecida pela grande exibição de Danilo no flanco direito), cujo número "10" lhe assenta cada vez melhor nas costas. Com mais uma assistência de João Moutinho, o colombiano sentenciou a goleada aos 72 minutos, com um remate de pé direito. Cinco minutos depois, o colombiano rematou à entrada da área e viu a bola bater nas costas de João Guilherme antes de acabar no fundo das redes. Triunfo incontestável do FC Porto, que continua sem perder com o Marítimo em casa - desde 1930 -, já conta 61 jogos sem perder na Invicta para o campeonato e já leva oito meses sem sofrer golos no Dragão, o melhor registo da Europa da atualidade.

Filme do jogo:

90+2' Final do jogo!

87' Lucho González, após conversar com o médico Nélson Puga, regressa ao jogo.

86' Mais um lesionado do FC Porto: desta vez é Lucho González, que já não deverá reentrar. E vão quatro lesionados esta noite no Dragão.

82' Cartão amarelo para Danilo Dias, por derrubar James Rodríguez.

80' Já "não há" Marítimo em campo. Aliás, praticamente nunca houve. Absolutamente irreconhecíveis, os jogadores de Pedro Martins.

77' GOLO DO FC PORTO! JAMES RODRÍGUEZ FAZ O 5-0! Lance com alguma felicidade para o colombiano, que ganhou espaço na zona central e atirou contra as costas de João Guilherme, cujo desvio deixou Ricardo Ferreira sem reação.

74' Substituição no FC Porto. Saiu Helton, também lesionado, e entrou Fabiano. Um mau dia para ser brasileiro no Dragão: Fernando, Maicon e Helton lesionados.

72' GOLO DO FC PORTO! JAMES RODRÍGUEZ FAZ O 4-0! O recital de futebol portista chega à goleada, à beira de mais uma belíssima assistência de João Moutinho e de um remate certeiro de James Rodríguez, com o pé direito.

70' Helton diz a Vítor Pereira que está bem e que aguentará em campo. O técnico conversa com Nélson Puga, médico do FC Porto.

70' Última substituição no Marítimo. Saiu João Luiz e entrou David Simão.

69' Remate forte de Lucho González, mas muito ao lado do alvo.

69' Enorme defesa de Ricardo Ferreira, a negar o golo a Danilo, que atirou à "gaveta" a 25 metros da baliza.

68' Cruzamento de letra de James Rodríguez, para defesa de Ricardo Ferreira.

66' Cartão amarelo para João Luiz, por derrubar James Rodríguez.

64' Fabiano já aquece. Helton poderá ter que ser substituído, mas Christian Atsu e Castro também aquecem.

63' Cartão amarelo para Otamendi, por derrubar Olberdam.

62' Sinais de impaciência no banco do FC Porto, porque desta vez é Helton quem se está a queixar de dores. Não é um bom dia para ser brasileiro no Dragão, porque Maicon e Fernando também já se lesionaram.

59' GOLO FC PORTO! JACKSON MARTÍNEZ FAZ O 3-0! Mais uma belíssima jogada de ataque do FC Porto: Lucho González lançou Moutinho e o português colocou Jackson Martínez na cara do golo; o colombiano voltou a passar por Ricardo Ferreira e a encostar com o pé esquerdo, para o seu oitavo golo em oito jogos no campeonato.

58' Helton evita o golo! Defesa segura do guarda-redes brasileiro, após remate de Fidélis, e depois uma finta do brasileiro sobre Danilo Dias que entusiasmou o Dragão.

57' FC Porto com 58% de posse de bola e 50% de eficácia em remates enquadrados com a baliza. Remates ao lado foram sete. O Marítimo fez dois remates, ambos para defesa de Helton.

54' Pontapé livre de James, contra a barreira, e na recarga Moutinho atira ao lado.

53' Cartão amarelo para Roberge, por falta sobre James Rodríguez.

51' Ameaça do Marítimo. Otamendi perde a bola e permite que Olberdam entrasse na grande área, mas o cruzamento para Fidélis saiu demasiado forte.

48' Que falhanço de Jackson Martínez! O passe de Varela é perfeito, mas à entrada da pequena área o colombiano atirou por cima da baliza, quando tinha tudo para acabar com o jogo.

48' O Marítimo parece ter entrado melhor, desta vez maior agressividade e pressão sobre o adversário.

46' Início da segunda parte. Bola para o FC Porto.

- Dupla substituição no Marítimo. Saíram Sami e Semedo e entraram Fidélis e Olderbam.

45+3' Intervalo no Dragão. O FC Porto cumpre a primeira parte com uma boa exibição, frente a um adversário que tem qualidade para muito mais, mas que nada tem feito para contrariar a vantagem portista, assinada por dois grandes golos (um por trabalho coletivo, outro individual) de Jackson Martínez e Silvestre Varela. Os dragões, porém, já perderam os brasileiros Fernando e Maicon por lesão.

45+3' Ricardo Ferreira evita o 3-0! Bom cruzamento de João Moutinho, após passe de James, para a cabeça de Varela, mas o cabeceamento foi à figura do guarda-redes.

42' James Rodríguez falha por pouco! Remate em zona central, após passe de Defour, a passar muito perto do alvo. Seria pontapé de canto, mas o árbitro não viu o desvio num defesa do Marítimo.

40' Jackson Martínez fica duas vezes perto do golo. Primeiro, após um mau atraso de Briguel para o guarda-redes, não ficou isolado por Ricardo Ferreira foi mais rápido; depois, após passe de James Rodríguez, não rececionou da melhor forma e perdeu o lance.

37' O Marítimo não está a conseguir reagir à desvantagem, nem sequer incomodar Helton, apesar de ter muitos e bons jogadores para fazer melhor.

34' GOLO DO FC PORTO! SILVESTRE VARELA FAZ O 2-0! Mas que golaço! Verdadeiramente fantástico o pontapé de Silvestre Varela, a 25 metros da baliza, após o português ter fintado dois defesas do Marítimo. Uma obra de arte que vai direta à lista de melhores golos da época.

33' Otamendi falha o 2-0! Remate de Lucho González à entrada da grande área, que não ia para a baliza; Otamendi tentou desviar na pequena área, mas atirou por cima da baliza.

32' Substituição no FC Porto. Saiu Maicon, lesionado, e entrou Abdoulaye, que se estreia no campeonato pelo FC Porto.

31' Maicon também vai ter que ser substituído. FC Porto perde Maicon e Fernando, por lesão, em seis minutos.

30' Agora é Maicon quem apresenta queixas físicas no relvado. Abdoulaye já aquece e Vítor Pereira leva as mãos à cabeça.

30' Domínio portista, com 59% de posse de bola, mas apenas dois remates enquadrados com a baliza. Um deu golo, o outro viu Ricardo Ferreira evitar o 2-0.

29' Substituição no FC Porto. Saiu Fernando, lesionado, e entrou Steven Defour.

27' Remate de João Luiz, para as mãos de Helton.

26' Confirma-se: Fernando abandona o relvado a mancar e deixa o FC Porto a jogar temporariamente com dez, enquanto Defour não entra.

24' Fernando parece estar mal fisicamente e Vítor Pereira manda Defour aquecer.

24' Remate de James Rodríguez, desviado quando iria para a baliza, e tentativa de assistência de Moutinho para Varela, valendo o corte de Rafael Miranda, o melhor do Marítimo até aqui.

22' Fora-de-jogo mal tirando a Jackson Martínez, após um passe de Fernando que deixou o colombiano completamente isolado e com tudo para fazer o golo.

21' Excelente desarme de Rafael Miranda, evitando que João Moutinho isolasse Jackson Martínez ou James Rodríguez.

19' Ricardo Ferreira evita o golo de Danilo! Belíssimo lance individual do brasileiro, que passou por dois defesas antes de entrar na grande área e rematar para uma grande defesa do guarda-redes, a primeira da partida.

16' João Moutinho cumpre 15 minutos do melhor que já se viu esta época. Está a "encher" o meio-campo, a lançar ataques com velocidade e regularidade e a fartar-se de abrir e criar linhas de passe.

14' Jackson Martínez atira para o fundo das redes, após passe de Varela, mas o extremo estava em fora-de-jogo quando recebeu o passe de Moutinho.

12' O Marítimo não está a conseguir travar as diagonais de James Rodríguez, apesar de estar a jogar com um duplo "pivô" no meio-campo. Sami, Heldon e Danilo Dias acrescentam muita velocidade e criatividade ao ataque dos insulares, mas não há construção de jogo no meio-campo dos madeirenses.

10' Varela desperdiça! Passe fabuloso de James Rodríguez para as costas da defesa, onde Varela dominou com o peito, mas depois não conseguiu atirar para a baliza com um pontapé acrobático "defeituoso".

9' Remate rasteiro de Danilo Dias, para defesa fácil de Helton.

8' Lucho falha o segundo golo! Lance de Silvestre Varela no lado esquerdo, a passar facilmente por Briguel e a cruzar para a pequena área, onde Lucho, sem marcação, cabeceou por cima.

8' Jackson Martínez já bateu o recorde de jogos consecutivos a marcar de Falcao, Hulk, Lisandro e McCarthy. O colombiano já leva sete e faltam "apenas" dois para igualar Pena e Jardel,

6' Domínio total do FC Porto nos minutos iniciais, com o Marítimo a jogar com um "bloco" baixo e sem pressionar o adversário.

3' GOLO DO FC PORTO! JACKSON MARTÍNEZ FAZ O 1-0! A festa volta a escrever-se em colombiano no FC Porto: assistência de James Rodríguez, a desequilibrar na zona central com uma tabela com Lucho, para Jackson Martínez, que passou por Ricardo Ferreira e atirou com o pé esquerdo para o fundo das redes.

2' Remate de Otamendi, após uma jogada de James Rodríguez e Danilo sem continuidade, a passar ao lado do alvo.

1' Menos de meia casa (25 mil adeptos) no Estádio do Dragão, algo que constitui uma das assistências mais baixas dos últimos meses.

1' Cosme Machado apita para o início do jogo! Bola para o Marítimo.

FC PORTO: Helton; Danilo, Maicon, Otamendi, Mangala; Fernando, João Moutinho, Lucho González; James Rodríguez, Silvestre Varela e Jackson Martínez.

MARÍTIMO: Ricardo Ferreira; Briguel; Roberge, João Guilherme, Rúben Ferreira; Rafael Miranda, Semedo, João Luíz; Heldon, Danilo Dias e Sami.

De olho na liderança isolada (à condição) da Liga, o FC Porto defronta esta sexta-feira o Marítimo, a partir das 20.15, no jogo inaugural da oitava jornada da competição. Os insulares são eternamente tidos em conta como um adversário que pode sempre causar dificuldades aos "grandes", mas a história escrita desde 1930 - bem como os resultados mais recentes - não levarão os adeptos portistas a esperarem outra coisa que não um triunfo dos pupilos de Vítor Pereira.

O Marítimo, que visita o recinto dos dragões pela 40.ª vez, nunca conseguiu derrotar o FC Porto. O melhor que conseguiram fazer foi empatar três vezes, mas apenas uma (em 2009/10) nos últimos 30 anos. De resto, a história tem sido feita de vitórias do FC Porto, entre triunfos à tangente e algumas goleadas. O Marítimo, porém, enfrenta a difícil tarefa de conseguir marcar golos no Dragão: os insulares têm o pior ataque da Liga (quatro golos) e o FC Porto não sofre golos em casa há oito meses, a maior sequência a nível europeu. De resto, o FC Porto está a caminho de cumprir um ano com um registo de apenas dois golos sofridos em casa: um da Académica (a única equipa em 14 meses a "roubar" pontos no Dragão), por Edinho, e outro por Faouzi, do Vitória de Guimarães.

O jogo, porém, não suscita curiosidade apenas pelo registo defensivo, É no ataque que estará o desafio que centrará as atenções dos adeptos, de olhos postos no novo ídolo do Dragão: Jackson Martínez, que já leva seis jornadas consecutivas a faturar (curiosamente, sempre com um golo por jogo) e superou o melhor registo de Lisandro, Benni McCarthy e Falcao (cinco golos). 'Cha Cha Cha' poderá, desta vez, superar os seis jogos consecutivos a marcar que Hulk logrou, aproximando-se do recorde que ninguém conseguiu desfazer na última década: nove jogos seguidos a marcar, registo que Jardel impôs e que Pena igualou. Curiosamente, ambos foram melhores marcadores da Liga pelo FC Porto e Jackson já assumiu que quer "sempre" ser o goleador da equipa que representa.

Ler mais

Exclusivos