Francisco J. Marques compara empurrão de Ronaldo a encosto de Luisão

O diretor de comunicação do FC Porto comparou esta terça-feira, no programa Universo Porto da Bancada, o empurrão de Cristiano Ronaldo a um árbitro espanhol com um encosto de Luisão a Nuno Almeida

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, comparou esta terça-feira o empurrão de Cristiano Ronaldo ao árbitro espanhol De Burgo Bengoetxea durante o clássico de domingo com o Barcelona - e que valeu cinco jogos de suspensão ao português - com o encosto de cabeça de Luisão ao árbitro Nuno Almeida, no Benfica-Desp. Chaves da temporada passada.

O dirigente portista questionou a ausência de castigo a Luisão, condenando a atitude do craque português do Real Madrid.

Também durante o programa, Francisco J. Marques acusou Luís Filipe Vieira de querer "ter o poder absoluto de tudo o que importa no futebol português e até a nível política", acerca da proposta da Assembleia da República para esvaziar a Liga de poderes. No almoço da Supertaça o Luís Filipe Vieira veio defender de novo o mesmo. Isto prova que Álvaro Batista é mais um peão do Benfica,como Adão Mendes, Ferreira Nunes, Alexandre Mestre, etc, da sua estratégia para ter o poder absoluto de tudo o que importa no futebol português e até a nível político", atirou o responsável azul e branco.

"Quando Luís Filipe Vieira proferiu aquele discurso ficou tudo clarinho como a água. Não podemos silenciar estas coisas nem fingir que não acontecem", acrescentou.

Ler mais

Exclusivos