Herrera e Aboubakar quebraram a resistência do Belenenses

O FC Porto venceu o Belenenses por 2-0 e vai manter-se na liderança da Liga, ficando agora à espera do que fazem os rivais

O FC Porto venceu este sábado o Belenenses por 2-0 e garantiu a continuidade na liderança da Liga, colocando agora pressão nos rivais Sporting e Benfica, que amanhã defrontam, respetivamente, Sp. Braga e V. Guimarães.

Sem fazer uma exibição brilhante, os dragões foram bastante superiores a uma equipa do Restelo que teve no guarda-redes Muriel Becker a sua grande figura, tendo adiado o primeiro golo dos portistas até aos 42 minutos, altura em que Herrera abriu o marcador na sequência de um canto de Alex Telles.

No segundo tempo, os lisboetas tentaram chegar ao empate com algumas jogadas perigosas junto da baliza de José Sá, mas foi o FC Porto a fazer o segundo golo em cima do minuto 90 através de Aboubakar, que concluiu com um chapéu ao guarda-redes uma rápida jogada de contra-ataque.

Eis as equipas que iniciaram o jogo:

FC Porto: José Sá; Ricardo Pereira, Felipe, Marcano, Alex Telles; Diego Reyes, André André, Herrera; Hernâni, Aboubakar, Brahimi.

Belenenses: Muriel Becker; André Geraldes, Gonçalo Silva, Nuno Tomás, Florent Hanin; Bouba Saré, Yebda; Diogo Viana, André Sousa, Roni; Maurides

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.