FC Porto já prepara clássico com Sporting, só com uma baixa

O FC Porto iniciou hoje a preparação para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal de futebol, quarta-feira em Alvalade frente ao Sporting, privado apenas de Danilo, ainda a recuperar de lesão.

Horas após o triunfo por 1-0 na visita ao Benfica, que permitiu aos 'dragões' após a 30.ª jornada o regresso à liderança da I Liga, com mais dois pontos do que as 'águias' e cinco sobre o Sporting, a equipa treinou em Tróia.

O FC Porto permaneceu na região sul, tendo em conta a visita de quarta-feira ao Estádio José Alvalade, em jogo com início marcado para as 20:30 e no qual defenderá o 1-0 trazido da primeira mão das meias-finais da Taça.

Segundo informa o clube no seu sitio na internet, o internacional português Danilo, que recupera de uma rotura parcial no tendão de Aquiles, realizou tratamento e é o único nome no boletim clínico.

O FC Porto volta a trabalhar na terça-feira de manhã, novamente em Tróia, e à porta fechada.

A partir das 17:30, em conferência de imprensa, o Sérgio Conceição faz, em conferência de imprensa, a antevisão do encontro com o Sporting.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".