Chelsea desiste de Hulk após exigência de 60 milhões

Di Matteo muda de planos: Hulk deixa de ser objetivo do Chelsea, que torna o uruguaio Cavani um alvo prioritário. O brasileiro mantém a vontade de jogar em Inglaterra.

O novela entre Hulk, FC Porto e o Chelsea conhece um novo capítulo que, segundo o diário britânico Daily Star, é também o último: os londrinos recusaram ceder às exigências dos dragões e desistiram do objetivo de contratarem o internacional brasileiro.

De acordo com a publicação, o FC Porto prentendia que a proposta chegasse aos 60 milhões de euros. Os londrinos, porém, nunca se mostraram dispostos em ir além dos 50 milhões de euros, por isso "renunciaram definitivamente" ao 'Incrível', passando a ter como prioritária a contratação do uruguaio Edison Cavani, que está insatisfeito no Nápoles - e por quem o presidente pede... 76 milhões de euros. A imprensa transalpina, porém, fala na possibilidade de um negócio por 30 milhões.

Hulk, tal como já noticiou o DN, já assumiu aos dirigentes do FC Porto que pretende jogar em Inglaterra, vontade que já levou os azuis e brancos a declinarem uma sondagem do Paris Saint-Germain para a contratação do brasileiro. Na Rússia, o Zenit e o Anzhi surgem como interessados em Hulk, mas o avançado de 26 anos não pretende jogar no futebol de Leste. Em alternativa, apurou o DN, Hulk admite jogar em Espanha, embora não haja interesse de Barcelona e Real Madrid na contratação do 'Incrível' e não sejam conhecidos outros interessados.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".